Ele é digno - A Cura do Servo do Centurião de Cafarnaum

Ele é digno - A Cura do Servo do Centurião de Cafarnaum

Texto: Lucas 7:1-10
 
Introdução: Lucas 7:4 "E chegando eles junto de Jesus, rogavam-lhe com instância, dizendo: É digno de que lhe concedas isto”.
Jesus veio buscar e salvar o que estava perdido. Nunca há um chamado para a salvação baseado no próprio merecimento. Este é um caso raro e não era um chamado com base no mérito para a salvação.
 
O povo disse: "ele é digno", mas ele mesmo sentia diferente. Podemos observar isto, em Lucas 7:6 "Ia, pois, Jesus com eles; mas, quando já estava perto da casa, enviou o centurião uns amigos a dizer-lhe: Senhor, não te incomodes; porque não sou digno de que entres debaixo do meu telhado"
[post_ad]
Uma coisa é as pessoas acharem que você é digno e outra bem diferente é você achar-se digno. O orgulho vem antes da destruição e um espírito altivo, antes da queda. Este centurião não estava motivado pelo orgulho, mas por uma fé humilde.
 
Nós não sabemos como este homem veio a conhecer Jesus. Ele pode ter visto ele em uma ocasião, ou ele pode ter visto alguém que Jesus tinha operado um milagre. Mas ele tinha a confiança evidente em Jesus e Seu poder de curar. Vamos notar algumas coisas que deve ter motivado o centurião para que enviasse os anciãos a Jesus para pedir que curasse o seu servo.

I. Em primeiro lugar, ele cria no Deus de Israel.

Isto é evidente, uma vez que ele havia construído uma sinagoga para o culto e a leitura do pergaminho.

II. Em segundo lugar, ele tinha fé. Ele tinha uma fé que Jesus elogiou.

Lucas 7:9 "Jesus, ouvindo isso, admirou-se dele e, voltando-se para a multidão que o seguia, disse: Eu vos afirmo que nem mesmo em Israel encontrei tamanha fé”.
 
Aqui está um gentio sendo elogiado por sua fé. Nem uma vez Jesus elogiou seus discípulos por sua grande fé.

III. Em terceiro lugar, ele entendeu que Jesus estava operando sob a autoridade.

Ele usou a si mesmo para comparar a Jesus. Isto pode ser observado em Lucas 7:8 "Pois também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu servo: Faze isto, e ele o faz”.
 
Quando ele disse: "Eu também sou homem sujeito à autoridade”. Ele está reconhecendo que Jesus é um homem sob autoridade. Podemos observar em João 17:2 "assim como lhe deste autoridade sobre toda a carne, para que dê a vida eterna a todos aqueles que lhe tens dado" Novamente no versículo 18 "Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviarei ao mundo"
 
O centurião reconheceu isso muito tempo antes dos discípulos de Jesus. Quando o centurião disse isso, Jesus ficou surpreso e elogiou-o por sua fé.
 
Conclusão: Verdadeiramente este homem era digno, ainda que ele não se achasse digno. Precisamos procurar ser dignos, não aos nossos próprios olhos, mas aos olhos dos outros. Mateus 5:16 "Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus"
 
Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Ele é digno - A Cura do Servo do Centurião de Cafarnaum Reviewed by Aldenir Araujo on terça-feira, novembro 19, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.