Cria em mim um coração puro

Cria em mim um coração puroTexto: Salmos 51:10
Introdução: O Salmo 51 é um dos poucos Salmos onde nos é apresentado o contexto histórico. A inscrição diz: "Salmo de Davi, quando o profeta Natã veio ter com ele, depois de haver ele possuído Bate-Seba" Que identifica claramente para nós o incidente do qual este salmo surgiu.

Foi o momento em que Davi se envolveu no duplo pecado de adultério e assassinato, enquanto ele era rei. Ele andou com Deus por muitos anos. Ele ganhou uma reputação como um profeta, um homem que entendia as coisas profundas de Deus, ele se estabeleceu como o líder espiritual de seu povo. Então, de repente, no final do seu reinado, ele se envolveu neste terrível pecado.[post_ad]O interessante é que o próprio Davi registra este pecado para nós. Deve ter sido uma experiência dolorosamente humilhante para o rei. Você se lembra da história. Ele estava no terraço do palácio um dia, quando o exército tinha ido para a batalha, e ele viu uma linda mulher tomando banho. Sua paixão foi despertada e ele enviou alguns mensageiros e ordenou que ela fosse trazida para ele. Ele entrou em um relacionamento adúltero com ela, porque ela era uma mulher casada. Seu marido, um soldado do exército de Davi, estava fora lutando por seu rei.

Mais tarde, quando Davi soube que ela estava esperando um filho, ele entrou em pânico e tentou encobrir suas ações. Ele ordenou que o marido, Urias, fosse enviado da batalha para casa, esperando que ele fosse dormir com sua mulher, então a criança, ser aceito como sua. Mas Urias era um soldado fiel, comprometido com a batalha, e ainda que ele voltou para casa cumprindo às ordens do rei, ele não entrou em sua própria casa, mas dormia com os soldados no palácio e voltou para a batalha no dia seguinte.

Davi sabia que, em última análise o seu pecado seria descoberto; então ele deu outro passo. Isso é sempre o que o pecado faz - leva-nos mais e mais fundo, mais longe do que jamais pretendíamos ir. Antes que o rei desse conta, ele se viu forçado a uma tentativa desesperada de encobrir seu mal. Ele ordenou que Urias, o marido, fosse colocado na frente da batalha, onde ele iria certamente ser morto. E quando a notícia da morte de Urias chegou o rei Davi sentiu que estava fora do gancho, ele havia coberto com segurança o seu pecado. Mas sua consciência continuou a incomodá-lo.

No Salmo 32 Davi registra como ele se sentiu durante esse tempo terrível, quando ele estava tentando encobrir seu pecado. Ele disse: "Enquanto guardei silêncio, consumiram-se os meus ossos pelo meu bramido durante o dia todo" (Salmo 32:3). Por cerca de um ano, ele tentou viver com a consciência pesada.

A culpa que sentia tornou-se quase insuportável.

Então, Deus enviou um profeta para Davi. Deus amava este rei, o amava demais para deixá-lo continuar encobrindo e prejudicando a si mesmo e todo seu reino por este pecado oculto. Então, Deus enviou o profeta Natã a Davi.

Quando Davi foi confrontado, ele reconheceu o terrível pecado que cometera. Ele caiu sobre o seu rosto diante de Deus e da experiência da confissão veio esse belo quinquagésimo primeiro Salmo. Há várias coisas que eu quero que percebamos enquanto nos concentramos no versículo 10, onde Davi escreve:

"Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito inabalável" (Salmo 51:10).

I. Há uma necessidade de limpeza em nossas vidas

O problema com a nossa relação com Deus é o seguinte. Deus diz: "Leve uma vida limpa", e nós, "Espere um minuto, isso é um problema”. Porque, como disse Paulo em Romanos 3:23: "Todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus" E porque todos nós pecamos, todos nós precisamos de perdão.

O conceito de perdão, de ser justificado diante de Deus, é retratado na Bíblia, em muitas maneiras diferentes, às vezes como um novo nascimento, às vezes, como o pagamento de uma dívida, por vezes, como o rompimento de uma cadeia pesada.

Mas o quadro de perdão que Davi usa aqui é talvez a imagem mais comum em toda a palavra de Deus - ele descreve como uma purificação. "Cria em mim, ó Deus, um coração puro" Alguns versos antes, ele escreveu, "Lava-me completamente do meu pecado, e purifica-me do meu pecado" (Salmo 51:2). E então, no versículo 7, "Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve" (Salmo 51:7).

Você vê, o pecado é sujo, é sujo, ele manchas nossas vidas. Isaías coloca desta forma: "Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças são como trapo da imundícia..." (Isaías 64:6).

E há a necessidade que temos de ser purificado. Assim, Davi diz: "Purifica-me, limpa-me, lava-me" As palavras que ele usa implicam uma lavagem completa. E quase se pode imaginar uma mãe com a criança no tanque esfregando-o até a sua pele, literalmente brilha e guinchos, limpando atrás das orelhas, se livrando de cada sujeira. Davi diz: "Deus, que é o que eu quero que você faça por mim. Eu me sujei. Eu estive fora, brincando com algumas coisas que eu não deveria ter brincado, e eu estou coberto de sujeira. Eu preciso que o Senhor me limpe”.

É uma imagem comum na Bíblia. Em Ezequiel 36:25, Deus diz a Judá: "Então aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias, e de todos os vossos ídolos, vos purificarei"
Ananias disse a Saulo em Atos 22:16 "Agora por que te demoras? Levanta-te, batiza-te e lava os teus pecados, invocando o seu nome"
"Mas se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado" (I João 1:7)

Há uma necessidade em nossas vidas de limpeza.

II. A limpeza deve começar no coração

Davi não diz, "Mude a maneira como eu me comporto" Ele diz: "Mude o meu coração" Não é que o nosso comportamento não é importante. É que nós temos que começar no coração. Podemos passar por todos os movimentos certos, sem o nosso coração estar certo, mas se o coração está bem, tudo vai estar no lugar.

É por isso que no Sermão do Monte, Jesus diz: "Eu não quero que você se sente todo orgulhoso só porque você nunca matou ninguém. Eu quero saber o que está em seu coração. E eu não quero que você pense que você é alguém especial só porque você nunca cometeu adultério. Vamos dar uma olhada no que está em seu coração"

Assim, Davi diz: "Mesmo se eu nunca cometer assassinato ou adultério de novo em toda a minha vida, ainda há algo aqui que é um problema. Então, Deus, eu quero que você limpe meu coração. Eu quero limpar as coisas que eu penso, minhas prioridades, meu desejo de servi-lo - Tudo isso"

Em Efésios 4, Paulo fala sobre a mudança em nossas vidas que deve ter lugar quando nos tornamos cristãos. Ele chama isso de despojar o velho e vestir-se do novo homem. Viver como um novo homem envolve coisas como dizer a verdade e não roubar, coisas que às vezes fazemos. Mas note como ele começa esta seção:
"a despojar-vos, quanto ao procedimento anterior, do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; a vos renovar no espírito da vossa mente; e a vos revestir do novo homem, que segundo Deus foi criado em verdadeira justiça e santidade" (Efésios 4:22-24)

Eu quero que você perceba na frase em particular, “a vos renovar no espírito da vossa mente".
Paulo continua a dizer: "Assim é como você deve agir como cristão. E a razão pela qual você deveria agir desta maneira é porque você foi ensinado a ser novo em seu coração" É onde a limpeza precisa começar.

III. Deus cria o coração limpo

Davi não se oferece para fazer isso sozinho. Na verdade, ele sabe que não pode. E quando Davi diz: "Cria em mim, ó Deus, um coração puro", ele volta para a linguagem da própria criação nos primeiros capítulos do Gênesis. A palavra "criar" usada aqui no Salmo 51 é a mesma palavra hebraica usada em Gênesis. Na verdade, é uma palavra usada apenas de Deus na Bíblia. Isso significa criar algo do nada. Os seres humanos podem moldar, organizar ou reformar coisas. Mas os seres humanos não podem criar nada, no verdadeiro sentido da palavra. Não podemos trazer à existência algo que nunca existiu antes.

Na semana passada, eu li uma história sobre um grupo de cientistas que se reuniram um dia e decidiram que o homem percorreu um longo caminho e Deus não era mais necessário. Então, eles escolheram um cientista para ir e dizer a Deus que eles não precisavam mais dele.

O cientista se aproximou de Deus e disse: "Deus, nós decidimos que não precisamos mais de você. Chegamos ao ponto que podemos clonar pessoas e fazer muitas coisas milagrosas”.

Deus ouviu pacientemente e gentilmente o homem e depois que o cientista terminou de falar, Deus disse: "Muito bem, e que tal, fazermos um concurso de criar homem". O cientista respondeu: “OK, ótimo”!

Deus acrescentou: "Agora, nós vamos fazer isso assim como eu fiz nos dias antigos com Adão" O cientista disse: "Claro, não há problema", e inclinou-se e agarrou um punhado de terra.

Deus apenas olhou para ele e disse: "Não, não, não. Você vai criar o seu próprio barro”.

O ponto é que, mesmo que o homem possa chegar ao ponto em que ele acha que pode estar no nível de Deus, ele não chega nem perto. Somente Deus tem o poder de falar e trazer o mundo a existência. Só Deus pode criar.

Portanto, não é surpreendente que, quando Davi quer um coração limpo, ele diz: "Cria em mim, ó Deus, um coração puro" Porque, eu não tenho o poder de criar um coração limpo. E você não também não tem esse poder. Salomão disse: “Quem pode dizer: Purifiquei o meu coração, limpo estou de meu pecado?" (Provérbios 20:9).

A resposta é óbvia. Nenhum de nós pode dizer isso. Só Deus tem a capacidade de pegar um coração do pecado e purificá-lo e limpá-lo.

As pessoas tentam lidar com sua culpa em uma série de maneiras diferentes. Alguns tentam encobri-la com um monte de boas obras, pensando: "Se eu fizer obras suficientes, posso equilibrar a balança a meu favor" Mas as boas ações não te livram da culpa. Em Rosh Hashaná (Ano Novo judaico) é habitual os judeus irem ao mar, orar, e jogar migalhas de pão para a água, para que os peixes possam comer simbolicamente seus pecados. Mas isso não vai tirar a culpa.

Só o que Deus fez por nós através do sacrifício que Jesus ofereceu na cruz pode tirar o pecado e a culpa e a vergonha. Cria em mim, ó Deus, um coração puro.

IV. Temos de ter uma atitude que permita Deus mudar o nosso coração

Sim, Deus é o único que pode criar um coração limpo, então pode haver alguns que têm a ideia: "Bem, vamos apenas sentar e esperar Deus fazer isso!”.

Observe como Davi se preparou antes de ele pedir a Deus para criar nele um coração puro:

1. Houve contrição.

"O sacrifício aceitável a Deus é o espírito quebrantado; ao coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus" (Salmo 51:17). Davi era verdadeiramente contrito.

Estar contrito significa estar ciente de nossa condição espiritual. Isso significa que o nosso interior é esmagado com um sentido de sua culpa. Isso não significa apenas se sentir mal ou com remorso sobre o pecado. Isso significa que temos uma genuína e profunda tristeza para nossa rebelião contra Deus e um desejo determinado de fazer de forma diferente.

A nossa tendência é a de racionalizar ou explicar ou desculpar ou defender ou justificar o nosso pecado. Um coração contrito não procura culpar as circunstâncias ou outras pessoas ou Deus pelo próprio fracasso. Você não vê Davi culpar Deus ou Bate-Seba: "Senhor, se você não tivesse me feito rei eu não estaria andando no terraço do palácio. E, além disso, você viu o que ela não estava usando?”.

E ainda ouvimos esse tipo de coisa o tempo todo. "Se você estivesse casada com esse idiota, você trapacearia, também", ou "Não é minha culpa, o chefe é tão mesquinho que eu tenho que roubar da empresa para sobreviver", Ou "Se eu não tivesse vizinhos tão terríveis, eu não iria perder tanto a calma”.

Se esperarmos ter um coração limpo, deve haver contrição.

2. Houve confissão

"Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Contra ti, contra ti somente, pequei, e fiz o que é mau diante dos teus olhos...” (Salmo 51:3-4a).

Há dois lados para a confissão de Davi. Primeiro de tudo, ele confessou a si mesmo. Ele disse, "Eu sei que eu pequei. Eu não posso negá-lo ou fugir dele ou esquecê-lo. Eu reconheço o que eu fiz”.

Então ele confessou o seu pecado a Deus, "Contra ti, contra ti somente, pequei". Junto com sua admissão da culpa está uma confissão de justiça de Deus, o direito de Deus de julgá-lo pelo seu pecado. Davi não faz apelo por clemência, nenhuma afirmação de que Deus é muito duro com ele, não há recurso para uma sentença leve. Simplificando, ele diz: "Você está certo, eu estou errado”.

A confissão genuína exige que levemos o pecado tão a sério quanto Deus leva. Não é apenas um deslize, um erro. Nós precisamos ter a atitude correta para com o pecado - um ódio, um nojo. E nós precisamos determinar se afastar do nosso pecado.
Salomão disse: "O que encobre seus pecados não prosperará, mas o que os confessa e deixa alcançará misericórdia" (Provérbios 28:13).

Aqui no Salmo 51 está um reconhecimento franco e cheio de pecado. Davi diz: "Eu conheço os meus pecados, eu não estou tentando encobri-los. Eles estão sempre diante de mim, esse ato duplo de adultério e assassinato. Que eu sou culpado" Ele não tenta encobri-los ou culpar a Deus por eles. Ele diz: "Não é culpa sua, Deus, é minha culpa”.

Essa é uma razão pela quais muitos não podem encontrar o perdão pelos seus pecados. Eles sofrem há anos com a consciência pesada, porque eles não estão dispostos a vir para o lugar onde eles reconhecem o seu pecado. Eles se recusam a chamá-lo como Deus o chama. Eles se recusam a ser honestos com eles mesmos e com Deus. Mas nunca podemos ser perdoados enquanto fazemos isso, a primeira etapa no processo do perdão é um reconhecimento do pecado.

Conclusão:"Cria em mim, ó Deus, um coração puro”.
A parte mais bonita da história é que Deus fez isso por Davi e ele está disposto a fazer o mesmo por qualquer um de nós. Deus se deleita em ter a oportunidade de perdoar. E quando ele perdoa, ele não continuar a mantê-lo sobre nossas cabeças.

Às vezes, temos mais dificuldade em perdoar a nós mesmos do que Deus. Às vezes sentimos sobrecarregados com o peso da culpa por muito tempo depois que Deus removeu o fardo do pecado. Precisamos seguir as instruções de Deus para encontrar perdão, então confiar que Deus cumpriu a sua promessa de perdoar. Tenha conforto nestas palavras:
"Quanto o oriente está longe do ocidente, tanto tem ele afastado de nós as nossas transgressões" (Salmo 103:12)

Esta noite, pode haver alguém neste lugar com a necessidade da purificação que Deus oferece.

"Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo" (2 Coríntios 5:17)

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Cria em mim um coração puro Reviewed by Aldenir Araujo on sábado, novembro 17, 2012 Rating: 5

2 comentários:

  1. Maravilhoso!!!!! esse blog sempre me ajuda muito, que Deus continue abençoando muito vcs.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom. Vai me ajudar muito. Deus abençoe!

    ResponderExcluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.