Menu

Browsing "Older Posts"

>

A Bíblia está cheia de erros

sexta-feira, 30 de abril de 2010 / 9 Comentários

A Bíblia está cheia de errosTexto: II Timóteo 3:16
 
Introdução
1. Sim queridos; a Bíblia está cheia de erros.
2. Agora, vale a pena aclarar sobre o que estamos nos referindo quando falamos que a Bíblia tem erros.
3. Os erros que estou me referindo não são erros doutrinários, ou, erros de inspiração divina.
4. Os erros que estou me referindo são erros que personagens da Bíblia cometeram
5. Portanto, com isto em mente, observemos os seguintes pontos.
a. Primeiro: Exemplos de personagens que cometeram erros no Antigo Testamento.
b. Segundo: Exemplos de personagens que cometeram erros no Novo Testamento.
c. Terceiro: Estabelecer o fato de que a Bíblia está livre de erros de inspiração divina.

I. Exemplos de pessoas que cometeram erros no Antigo Testamento:

1. Adão e Eva cometeram o erro de violar a lei de Deus (Gênesis 3:6-13)
a. Violar a lei de Deus é ser culpado de pecado (1 João 3:4)
b. O salário do pecado é a morte (Romanos 6:23)
c. Para poder ser salvos é necessário ser obedientes a vontade de Deus.
2. Caim cometeu o erro de oferecer um sacrifício que não agradou a Deus (Gênesis 4)
a. A Bíblia nos ensina que tudo o que fazemos deve ser feito em o nome do Senhor Jesus, quer dizer, por sua autoridade (Colossenses 3:17).
b. A Bíblia nos ensina que a fé vem pelo ouvir (Romanos 10:17).
c. Se Deus viu com desagrado o sacrifício de Caim, então isto implica que Caim sabia como deveria oferecer o sacrifício.
d. Deus deseja que sejamos obedientes a Sua Palavra.
3. O mundo cometeu o erro de afastar-se mais e mais da vontade de Deus (Gênesis 6:1-8)
a. O mesmo está acontecendo hoje em dia.
b. O mundo inteiro está pecando contra o Santo de Israel (Jeremias 51:5).
c. O mundo jaz no maligno (1 João 5:19).
d. Isto podemos escutar no rádio, ver na televisão e ler nas revistas que estão sendo publicadas hoje em dia.
e. O mundo está fora de controle, violando a lei de Deus.
4. Ananias e Safira cometeram o erro de mentir a Deus, ao Espírito Santo e a Pedro (Atos 5:1-11)
a. A mentira não traz beneficio a vida das pessoas (Romanos 6:23).
b. "Os lábios mentirosos são uma abominação ao Senhor" (Provérbios 12:22).
c. O povo de Deus deve de abster-se de praticar a mentira (Colossenses 3:9; Efésios 4:25; Apocalipses 21:8; 22:14).
d. Podemos perder nossa benção se praticarmos a mentira.
e. Lembre-se que Satanás é o pai da mentira (João 8:44).
5. Nadabe e Abiú cometeram o erro de apresentar fogo estranho diante da presença do Senhor (Levítico 10:1-3)
a. Muitos hoje em dia estão oferecendo um sacrifício não aceitável a Deus.
b. Muitos estão adorando a Deus em vão (Mateus 15:7-9).
6. Uzá cometeu o erro de tocar a arca de Deus (1 Crônicas 13:9-10)
a. Quando a pessoa não obedece a vontade de Deus, consequências virão.
b. Muitos ensinam que Deus não é estrito quanto a como quer que façamos as coisas. Esta mentalidade reflete a ignorância que há em muitos quanto a vontade de Deus.
c. Muitos querem adorar a Deus conforme os seus desejos, sentimentos e emoções. Isto trará sérias consequências.
7. O povo de Deus cometeu o erro de permitir a falsa doutrina (Jeremias 5:30-31)
a. Muitos hoje em dia estão cometendo o mesmo erro.
b. Em muitas congregações está sendo ensinado a falsa doutrina e o povo de Deus não está fazendo nada a respeito.
c. Muitos toleram as mudanças que não estão autorizadas pela Palavra de Deus.
d. A Bíblia nos ensina que devemos perseverar na sã doutrina (Atos 2:42; Tito 2:1; II Timóteo 1:13; I Pedro 4:11; II João 9-11).
8. O povo de Deus cometeu o erro de não preocupar-se com o conhecimento da vontade de Deus (Oseias 4:6; 4:14; Isaías 5:13)
a. Este é o caso em muitas igrejas.
b. Muitos não estão se preocupando com a educação cristã dos seus filhos (Deuteronômio 6:4-9; Provérbios 22:6).
c. Muitos não estão crescendo no conhecimento de Jesus (II Pedro 3:16).
d. Muitos estão sendo enganados porque não se preocupam de crescer no conhecimento.
9. Jeoaquim cometeu o erro de destruir a Palavra de Deus (Jeremias 36)
a. Através dos tempos o homem tem tratado de destruir a Palavra de Deus, mas não tem tido êxito.
b. Muitos destes homens estão mortos, enquanto a Bíblia segue adiante.
c. Ninguém pode destruir a Palavra de Deus (Mateus 24:35; I Pedro 1:22-25)
d. Os homens podem tentar destruí-la, mas não terão êxito.
10. Jonas cometeu o erro de ir na direção contrária a vontade de Deus (Jonas 1-4)
a. Muitos sabem o que Deus quer que façam, mas não querem fazer.
b. Muitos estão indo no sentido contrário a vontade de nosso Senhor Jesus Cristo.
c. Muitos não querem pregar o Evangelho aos perdidos por medo.
d. Isto trará sérias consequências.
Estes foram alguns dos erros que certos personagens da Bíblia cometeram.
A maioria destes erros estão sendo cometidos hoje em dia no mundo inteiro.
Agora observemos alguns erros que foram cometidos por personagens do Novo Testamento...

II. Exemplo de pessoas que cometeram erros no Novo Testamento:

1. Os discípulos de Jesus cometeram o erro de não crer na ressurreição de Jesus (Marcos 16:14).
a. Os discípulos de Jesus estiveram com ele, sem dúvida, não quiseram crer na Sua ressurreição.
b. Hoje em dia muitos conhecem a vontade de Deus, mas não creem nela.
c. Como está sua convicção nas coisas de Deus?
2. Herodes cometeu o erro de mandar matar João Batista (Marcos 6).
a. Hoje em dia temos muitas pessoas como João Batista, uma pessoa que teve a autoridade para não fazer o que se lhe pediu, e sem dúvida, não o fez.
b. Em poucas palavras podemos dizer que Herodes foi um covarde.
c. Hoje em dia tem muitos covardes que não querem fazer o que é correto.
3. O jovem rico cometeu o erro de confiar mais em suas possessões do que seguir ao Senhor Jesus (Mateus 19:16-22).
a. Hoje em dia muitos estão colocando sua confiança nos bens materiais, em vez de colocar a confiança em Deus.
b. Muitos não querem ser cristãos porque amam mais as coisas materiais deste mundo, que as de Deus.
c. Hoje em dia temos muitos jovens ricos que não querem seguir a Jesus por causa dos bens materiais.
d. Os bens materiais não nos garante a vida eterna. Deus sim nos garante.
4. O rico insensato cometeu o erro de confiar em suas possessões materiais, esquecendo-se de sua condição espiritual (Lucas 12:13-21).
a. Este texto explica a si mesmo.
b. Lembremos-no de que as coisas materiais podem ser a causa de nossa perdição.
c. O que ama as riquezas pode cair no erro.
d. Lembremos-nos que não podemos amar a Deus e as riquezas (Mateus 6:24).
5. Os fariseus cometeram o erro de não praticar a Palavra de Deus (Mateus 23; Marcos 7:1-8).
a. Hoje em dia muitos estão fazendo o mesmo.
b. Muitos ensinam as pessoas a não fazerem determinadas coisas, mas, eles próprios estão fazendo.
c. Isto é uma prática de inconsistência.
d. Não sejamos como os fariseus, mas sejamos como Jesus, que fez e logo ensinou (Atos 1:1-2; ver Esdras 7:10).
6. Judas cometeu o erro de trair o nosso Senhor Jesus Cristo (Mateus 26:14-19).
a. Muitos estão traindo a Jesus pelo dinheiro.
b. Outros traem a Jesus por suas amizades.
c. Outros traem a Jesus por suas posses materiais.
d. Outros traem a Jesus para ficar bem com outros.
7. Pedro cometeu o erro de negar a Jesus três vezes (Mateus 26:69-75).
a. Muitos estão negando a Jesus por meio de seu estilo de vida.
b. Você está negando a Jesus?
8. Pilatos cometeu o erro de ordenar que Jesus fosse crucificado, só para agradar a multidão (Marcos 15:15).
a. Muitos estão imitando os caminhos de Pilatos, uma pessoa que recusou por Jesus em liberdade.
b. Muitos querem agradar aos homens em vez agradar a Deus (Gálatas 1:10)
9. Herodes cometeu o erro de matar Tiago, o segundo mártir da Bíblia (Atos 12).
a. Herodes pensou que matando Tiago as coisas iam melhorar, e que os cristãos não iam continuar pregando o Evangelho.
b. Este homem se equivocou e teve que enfrentar as consequências de sua decisão.
10. O carcereiro de Filipos cometeu o erro de pensar que tirando a própria vida, o problema ia ser solucionado (Atos 16).
a. Muitos hoje em dia pensam que tirando a própria vida, os problemas da vida serão solucionados.
b. Muitos homicídios estão sendo praticados hoje em dia.
c. A humanidade precisa aprender que a única solução para seu problema é Cristo.
11. Os atenienses cometeram o erro de adiar a obediência ao Evangelho (Atos 17:32; Atos 24:25 Félix).
a. Muitos hoje em dia estão adiando sua salvação para outro dia.
b. A Bíblia ensina que não devemos confiar no amanhã (Provérbios 27:1; II Coríntios 6:1-2; Tiago 4:14).
12. Demas cometeu o erro de desamparar Paulo e amar este mundo presente (II Timóteo 4:10).
a. Muitos estão amando este mundo presente.
b. A Bíblia nos exorta a não praticar ação (I João 2:15-17).
c. O mundo só traz sérias consequências a nosso destino eterno (Tiago 4:4; Romanos 6:23; Romanos 12:1-2)

II. A Bíblia não tem erros.

1. A Bíblia não tem erros de inspiração divina.
2. O apóstolo Paulo, escrevendo a Timóteo disse o seguinte: "Toda Escritura é inspirada por Deus, e é útil para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça, afim de que o homem de Deus seja perfeito, inteiramente preparado para toda boa obra" (2 Timóteo 3:16-17).
3. O apóstolo Pedro disse o seguinte: "Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação; porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espirito Santo" (II Pedro 1:20-21)
4. Estes textos argumentam a inspiração das Escrituras.
5. O cristão pode confiar que a Bíblia não tem erros.
6. Muitos, através dos tempos, tem argumentado que a Bíblia tem erros, sem dúvida, tais pessoas não puderam comprovar tais supostos erros, ou contradições.
7. Como cristãos temos a responsabilidade de estudar profundamente as Escrituras para poder ter uma plena convicção de que ela é a Palavra de Deus.
8. Lembre-se que temos a responsabilidade de usar bem as Escrituras (II Timóteo 2:15).
 
Conclusão.
1. Nesta noite aprendemos como a Bíblia está cheia de exemplos de personagens que cometeram vários erros.
2. Que Deus nos ajude a considerarmos cada um destes erros, e ao mesmo tempo, nos afastar deles.
3. Lembremos-nos que a Bíblia tem poder para ajudar-nos e preparar-nos para toda boa obra.
4. Portanto, recordemos que a Bíblia tem erros, mas não de inspiração divina, mas, erros que certos personagens cometeram.

Pr. Aldenir Araújo
>

Características de um bom soldado

quinta-feira, 29 de abril de 2010 / Nenhum Comentário
Características de um bom soldadoTexto: II Timóteo 2:3-5

Introdução:
A. Todos temos tido a oportunidade de observar filmes onde se fala acerca do exército, como treinam, o armamento que utilizam, e como lutam em uma batalha.
B. Tudo isto desde o ponto de vista terreno.
C. A Bíblia descreve o cristão como um soldado de Jesus Cristo.
D. O que mais falou acerca deste assunto foi o apóstolo Paulo (I Timóteo 6:12; II Timóteo 4:7-8; Filipenses 2:25; II Timóteo 2:3; Efésios 6:10-18).
E. Lamentavelmente muitos cristãos não se deram conta de que são cristãos no exército de Cristo.
F. Nesta noite, estaremos observando as características de um bom soldado de Jesus Cristo.
G. Ao considerar estas características, refletiremos quanto a nossa vida como cristãos, e façamos uma pergunta: Tenho estas características em minha vida? Se não, sua vida estará em perigo.

De acordo com a Bíblia, as características de um bom soldado de Jesus Cristo são...

I. Primeira característica: Conhece o seu inimigo.

A. Todos os soldados desde o ponto de vista terreno conhecem o seu inimigo.

B. Os soldados de Jesus Cristo devem conhecer o seu inimigo.
C. O que é que devemos conhecer?
D. A Bíblia descreve Satanás como:
a. Nosso inimigo (Mateus 13:39)
b. Nosso adversário (I Pedro 5:8)
c. O leão que ruge (I Pedro 5:8)
d. O tentador (I Tessalonicenses 3:5; Mateus 4:2)
e. O maligno (I João 5:19)
f. A antiga serpente (Apocalipse 12:9)
g. O deus deste século (II Coríntios 4:4)
E. Muitos cristãos não estão familiarizados com este inimigo.
F. O soldado de Jesus Cristo deve conhecer as estratégias de Satanás, como ele nos tenta, e como ele faz para que caiamos e nos afastemos da fé.
G. Portanto, o bom soldado de Jesus Cristo conhece o seu inimigo.

II. Segunda característica: Prepara sua vida para o sofrimento.

A. Todo soldado desde o ponto de vista terreno sabe que quando vai a guerra as coisas não serão um mar de rosas.
B. Cada soldado é preparado psicologicamente para o sofrimento. Eles sabem que sofreram.
C. Bem, o mesmo acontece com o soldado de Jesus Cristo.
D. A Bíblia nos diz que como soldados sofreremos (II Timóteo 3:12; Filipenses 1:29; João 16:33; Mateus 5:10-12; João 16:2). Não há dúvida alguma de que nesta vida sofreremos por servir a Cristo.
E. Tens preparado sua vida para o sofrimento? Tens dado conta de que de uma maneira ou de outra sofrerá nesta vida por seguir a Cristo?
F. Todo soldado de Cristo que não se prepara para sofrer não poderá ser um bom soldado.
G. Portanto, outra característica do bom soldado de Cristo é que ele prepara sua vida para sofrer.

III. Terceira característica: Se reveste de toda a armadura que Deus lhe tem proporcionado.

A. Todo soldado terreno conhece suas armas do lado avesso e do lado direito.

B. Nenhum soldado vai a guerra sem suas armas. Por que? Porque fazer isto é ir a uma morte automática.
C. O bom soldado de Jesus Cristo usa toda a armadura que Deus lhe tem proporcionado.
D. Esta armadura é mencionada no capítulo 6 da carta aos Efésios (Efésios 6:10-18)
E. Qual é esta armadura?
a. A verdade
b. Couraça da justiça
c. Calçado
d. Escudo da fé
e. Capacete da salvação
f. Espada do Espírito
g. A oração
F. Com esta armadura o cristão / soldado de Jesus Cristo pode vencer o inimigo.
G. Você está utilizando esta armadura de Deus?
H. Muitos soldados chegaram a ser uma baixa no exército de Cristo porque não utilizaram a armadura de Deus.
I. Portanto, o bom soldado de Cristo utiliza toda a armadura de Deus.

IV. Quarta característica: Mantém seu foco na vitória.

A. Nenhum soldado terreno vai a batalha pensando que será derrotado.

B. Todos eles mantém seu foco na vitória e se mantém otimistas.
C. O bom soldado de Cristo mantém seu foco na vitória.
D. A Bíblia estabelece o fato de que a vitória pertence ao exército de Cristo.
E. Observe os seguintes textos (I Coríntios 15:58; II Coríntios 2:14; Romanos 8:36-39; Romanos 8:31; Mateus 28:20; I João 4:4; Êxodo 14:14; Naum 1:7)
F. A Bíblia tem prometido benção para os que vencem (Ap. 2:10; 3:5; Tiago 1:12; II Timóteo 4:7-8).
G. Você tem mantido seu foco na vitória?
H. O exército de Cristo é o mais poderoso que existe. Ninguém pode contra os soldados que seguem o Comandante.

Conclusão:
1. Nesta noite temos observado as características de um bom soldado de Jesus Cristo.
2. Quais são estas características?
a. Conhece o seu inimigo
b. Prepara sua vida para sofrer
c. Utiliza toda a armadura de Deus
d. Mantém seu foco na vitória
3. Deus nos ajude a ser um bom soldado, e lutar a boa batalha da fé.

Pr. Aldenir Araújo
>

O homem pode correr, mas não pode esconder-se

quarta-feira, 28 de abril de 2010 / 9 Comentários

O homem pode correr, mas não pode esconder-seTexto: Gênesis 3:9

Objetivo: Mostrar aos ouvintes quais são as coisas das quais não podemos nos esconder, ou evitar.

Introdução:

1. Existe um dito que diz, "pode correr, mas não pode esconder".

2. Este dito tem o propósito de estabelecer uma ideia na qual se argumenta que há coisas das quais não podemos nos esconder.

3. Nesta vida, existem certas coisas das quais não podemos nos esconder.

4. Nesta noite estaremos observando algumas destas coisas:

Declaração de Discussão: O homem não pode esconder-se das seguintes coisas:

I. O homem não pode esconder-se dos olhos de Deus.

A. O homem pode correr o mais que ele deseje, mas dos olhos de Deus não pode esconder-se.

B. A Bíblia estabelece a realidade desta verdade.

C. Considere os seguintes textos:

1. Provérbios 15:3

2. Salmos 139:9-11

3. Hebreus 4:13

D. A presença de Deus está em toda parte, e por conseguinte ninguém pode esconder-se.

E. Em certas ocasiões o homem tem mais medo do homem do que de Deus.

F. O homem pode esconder-se dos olhos do homem, mas não dos olho de Deus.

G. Ilustração: Um pai desejava roubar uma sandália, e disse ao seu filho que lhe avisasse se alguém estava olhando, enquanto ele subia pela cerca para entrar na propriedade privada. O filho disse, "pai, alguém está olhando". O pai desce com rapidez da cerca e pergunta ao filho, quem está olhando? O filho responde: "Deus".

Não podemos nos esconder dos olhos de Deus.

II. O homem não pode se esconder da morte.

A. Se Cristo não voltar dentro de 100 anos, muitos de nós não escaparemos da morte.

B. Note o que a Bíblia ensina sobre a vida:

1. A Bíblia diz que nossa vida é neblina que aparece por um pouco de tempo e logo desaparece (Tiago 4:14)

2. Os dias do homem são curtos e cheios de problemas (Jó 14:1)

3. O homem está a um passo da morte (I Samuel 20:3)

4. O homem certamente morrerá (II Samuel 14:14)

5. Está ordenado ao homem morrer uma só vez (Hebreus 9:27)

C. Nem o dinheiro, nem a fama podem fazer com que uma pessoa não experimente a morte.

D. Este é um encontro que todos compareceremos, queira o homem ou não.

E. A morte não faz acepção de pessoas.

1. Tanto bebês como crianças, jovens e anciãos morrem.

2. Muitos de nossos seres queridos já partiram deste mundo.

F. Você está preparado para a morte?

III. O homem não poderá se esconder do juízo final.

A. Este é outro encontro do qual não poderemos faltar.

B. Ninguém poderá se esconder do Grande Juízo Final.

C. A Bíblia estabelece a doutrina do juízo final:

1. Hebreus 9:27

2. II Coríntios 5:10

3. Romanos 14:12

4. João 5:28-29

5. Atos 17:30-31

6. II Timóteo 4:8)

D. Todas as pessoas estarão presentes para o Grande Juízo Final

1. (Mateus 25:32; II Coríntios 5:10).

E. Neste grande dia, o homem dará contas a Deus de tudo o que fez enquanto esteve em seu corpo físico, seja bom ou mal.

F. Uma vez que todos estarão presentes neste grande juízo, cada um de nós deve fazer preparativos para que não cheguemos a esse lugar, e saiamos dele envergonhados (I João 2:28).

G. Vivamos nossas vidas de tal maneira que quando esse dia chegar, estejamos contentes em vez de tristes.

IV. O homem não pode se esconder das consequências do pecado.

A. Esta é uma realidade que não pode ser negada.

B. Muitos pensam que podem se esconder das consequências do pecado.

C. A Bíblia afirma que ninguém pode se esconder das consequências do pecado:

1. Davi não pôde esconder-se das consequências do pecado (II Samuel 11, 12)

2. Caim não pôde esconder-se das consequências do pecado (Gênesis 4, 5)

3. Ananias e Safira não puderam se esconder das consequências do pecado (Atos 5)

4. Pedro não pôde se esconder das consequências do pecado quando Paulo o repreendeu (Gálatas 2)

D. A Bíblia diz o seguinte com relação a este ponto:

1. "Teu pecado te alcançará" (Números 32:23)

2. "Diante de pusestes as nossas iniquidades; os nossos pecados ocultos, a luz do teu rosto" (Salmos 90:8)

3. "Todas as coisas são feitas visíveis pela luz" (Efésios 5:11-12)

4. "Ai do ímpio! Mal lhe irá, porque a recompensa das suas mãos se lhe dará" (Isaías 3:11)

5. "Não há paz para os ímpios diz o Senhor" (Isaías 48:22)

6. "O mal perseguirá aos pecadores, mas os justos serão galardoados com o bem" (Provérbios 13:21).

E. Ninguém pode esconder-se das consequências do pecado.

1. "A alma que pecar, essa morrerá" (Ezequiel 18:20)

2. "Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor" (Romanos 6:23)

F. As consequências do pecado são terríveis:

1. Romanos 6:23 Morte espiritual

2. Apocalipses 21:8 Lago de fogo

3. II Tessalonicenses 1:7-9 Separação divina

4. Isaías 59:1-2 Separação de Deus

G. Vivamos de tal maneira que não tenhamos que experimentar as consequências do pecado.

Conclusão:

1. Temos discutido as coisas das quais não podemos nos esconder.

2. Tomemos consciência de cada uma delas para que nossa vida eterna não seja afetada.

3. Deus nos ajude a viver de tal maneira que sempre façamos Sua vontade.

Pr. Aldenir Araújo

>

Os inimigos do cristianismo

terça-feira, 27 de abril de 2010 / 2 Comentários

Os inimigos do cristianismoTexto: I Pedro 3:17-18

 
Introdução
1. O cristianismo tem inimigos! Simplesmente porque estamos em guerra e, a guerra em que estamos, é uma guerra espiritual (Efésios 6:12; II Timóteo 2:3-4; II Coríntios 10:3).
2. Nosso dever como cristãos é estar alertas contra estes inimigos. Mas para que possamos estar alertas contra eles, devemos saber quem são.
3. É por isso que nesta ocasião estaremos meditando no tema: “Os inimigos do Cristianismo.” E para alcançar isto, observemos o seguinte:

I. O que significa a palavra “Inimigo”?

A. A palavra “Inimigo”e seu significado.
1. A palavra “Inimigo” vem do término Grego [ἐχθρός – echthros ] e é usado para descreve uma pessoa odiosa, hostil que se opõe a outra pessoa. É usado para descrever os homens que estão em inimizade com Deus por causa do pecado (Tiago 4:4). É usado para descrever a morte, a qual é o último inimigo do homem que será abolido quando vier o fim (I Co. 15:26). E, também, é usado para descrever Satanás, na parábola do trigo e do joio (Mt. 13:39).
2. Algo interessante acerca dos inimigos do Cristianismo é que seu ódio é tão grande que se transforam em uma obsessão, até o ponto que chegam a investir toda uma vida para estorvar os esforços nobres que o Cristianismo avança pela causa de Cristo.
3. Para muitos quiçás seja impossivel imaginar que o Cristianismo tenha inimigos, mas a realidade é que se os tem e estão ativos para fazer todo o dano que eles podem a causa de Jesus Cristo.

II. Características dos inimigos do cristianismo.

A. Algumas Características.
1. O apóstolo Paulo, por meio de inspiração, escreveu as seguintes características dos inimigos do Cristianismo, descritos como “Os inimigos da Cruz de Cristo.”
2. Filipenses 3:18-19, “Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo. O fim deles é a perdição, o deus deles é o ventre, e a glória deles é para confusão deles mesmos, que só pensam nas coisas terrenas.” Deste texto tiramos as seguintes características dos inimigos do Cristianismo:
a. Eles trazem tristeza – “digo, chorando.”
b. Seu fim será a perdição se não se arrependerem – “o fim deles é a perdição.”
c. Eles buscam satisfazer seus desejos egoístas – “o deus deles é o ventre.”
d. Eles são arrogantes – “a glória deles é para confusão deles mesmos.”
e. Eles se rebelam abertamente contra Deus – “que só pensam nas coisas terrenas.”
3. Como podemos observar, os inimigos do Cristianismo já tem sua própia agenda; portanto, é imperativo que nós estejamos alertas contra os ataques que eles efetuam.

III. Alguns inimigos do cristianismo.

A. Os Relativistas.
1. Quem são os relativistas? Os relativistas são pessoas que adotam o relativismo.
Agora, o que é relativismo? Orelativismo é a doutrina que propunha que o conhecimento humano éincapaz de alcançar verdades absolutas e universalmente válidas. Em poucas palavras, a verdade é subjetiva e não objetiva. Dando a entender que a verdade é baseada nas circunstâncias e opiniões das pessoas e não em principios já establecidos.
2. Acerca destes inimigos o apóstolo Paulo disse que “sempre estão aprendendo, mas que nunca chegam ao pleno conhecimento da verdade” (II Tm. 3:7), porque para eles a verdade não é absoluta, não se pode saber com certeza.
3. Sem dúvida, Cristo mesmo nos ensinou uma verdade absoluta em João 8:32. Ele disse: “E conheceréis a verdade e a verdade vos libertará.” Desta passagem, podemos aprender com certeza as seguintes verdades absolutas:
a. Primeiramente, há um corpo de informação chamado “Verdade.”
b. Em segundo lugar, esta “Verdade” se pode chegar a conhecer.
c. Em terceiro lugar, ao conhecê-la “Verdade” ela nos faz livres.
d. Eem quarto lugar, a “Verdade” é singular e não plural. Ou seja, “A Verdade” e não verdades.
4. Portanto, como podemos observar, o relativismo é falso e vai contra o que Jesus ensinou; e as pessoas que adotam esta maneira de pensar são inimigos do cristianismo e devemos estar alertas contra eles, já que estão muito ativos em nossos dias.
B. Os Materialistas.
1. Quem são os materialistas? Os materialistas são pessoas que adotam o materialismo. Mas, o que é o materialismo? O materialismo é a tendência a dar importância primordial aos interesses materiais.
2. Qual é o problema com o materialismo? O problema com o materialismo é que faz com que nos esqueçamos dos valores humanos e espirituais mais profundos e isto nos leva a não colocar nosso olhar nas coisas de cima (Colossenses 3:1-2).
3. 3. Jesus Cristo, em Mateus 6:19-21 advertiu contra o materialismo. Ele disse: “Não acumuléis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões minam e robam; mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem destroem, e onde ladrões não penetram nem roubam; porque onde estiver teu tesouro, aí estará também teu coração.” Neste versículo 33 nosso Redentor nos admoesta que busquemos primeiramente o reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas nos serão acrescentadas.
4. E o apóstolo Paulo escreveu o seguinte em I Timoteo 6:10, “Porque a raíz de todos os males é o amor ao dinheiro, e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se transpassaram a si mesmos com muitas dores.”
5. Agora fazemos as perguntas: É mal o dinheiro? É pecado ser rico? A resposta a ambas perguntas é não, simplesmente, porque no primeiro século havía cristão ricos e Paulo deixou instruções para eles (I Tm. 6:17-19).
6. Lembremos que o problema não está no dinheiro, mas no amor ao dinheiro
porque ao cobiçá-lo alguns, se desviaram da fé e se transpassaram com muitas dores.
7. Portanto, estejamos alertas contra o materialismo já que este nos pode tornar em pessoas indiferentes as coisas de Deus e isso causará que sejamos vomitados da boca do Senhor (Apocalipse 3:14-19). Ao, nos convertermos emn materialistas, isso, automáticamente nos converte em inimigos do Cristianismo, e por conseguinte, inimigos de Deus.
C. Os Hedonistas.
1. Quem são os hedonistas? Os hedonistas são pesoas que adotam o hedonismo.
Mas, o que é o hedonismo? O hedonismo é a doutrina ética que propoe a execução do prazer como fim supremo ao identificá-lo com o bem – O fundador do hedonismo foi Aristipo de Cirene.
2. Em términos mais simples, o hedonismo é: “Descansa, come, bebe e folga” (Lucas 12:19). É uma variação do dito: “Comamos e bebamos que amanhã morreremos” (I Co. 15:32). Com a diferença de que a gente não pensa em morrer, só em divertir.
3. O mundo oferece um sem número de prazeres, e os hedonistas são pessoas que procuram desfrutar ao máximo destes prazeres.
4. Nossa sociedade está empregnada com pessoas hedonistas, e isto é evidente porque para a nova geração, se não há baile, sexo, alcool, e drogas, não há diversão.
5. Sem dúvida, a Biblia nos adverte contra o hedonismo. O discípulo amado em I João 2:15-17 escreveu o seguinte: “Não améis o mundo nem as coisas que estão no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a paixão da carne, a paixão dos olhos e a arrogância da vida, não provém do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e também suas paixões, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.
6. Portanto, como cristãos em geral (e especialmente os jovens) devemos lembrar que os prazeres do pecado são passageiros (Hebreus 11:25) e que não devemos deixar influênciar por os hedonistas, já que são inimigos do cristianismo e escravos do pecado (João 8:34).
D. Os Denominacionalistas.
1. Quem são os denominacionalistas? Os denominacionalistas são pessoas que adotam o denominacionalismo. Mas, o que é o denominacionalismo? O denominacionalismo é a tendência a separar grupos religiosos em denominações, cada um com suas própias doutrinas, mas tendo em comum a fé em Cristo Jesus.
2. O problema com estes inimigos do Cristianismo é que eles pensam que podem ensinar o que eles queiram e servir e adorar a Deus da maneira que eles querem, sempre e quando sejam sinceros, porque o único que importa é crer em Jesus e no sacrificio que Ele fez pela humanidade.
3. Sem dúvida, quando lemos a Biblia, podemos entender que:
a. O denominacionalismo é carnal e não espiritual (I Co. 3:1-3),
b. O denominacionalismo traz divisão (I Co. 1:10) e não unidade (João 17:20-21),
c. O denominacionalismo é sinonimo de sectarismo, o qual é um pecado condenado pela Palavra de Deus (Galatas 5:20-21; II Pedro 2:1; Atos 5:17); e o que é ainda pior,
d. O denominacionalismo transforma Deus em um autor de confusão, quando Ele não o é (I Corintios 14:33).
4. O denominacionalismo é pecaminoso, e por onde, podemos concluir que as pessoas denominacionalistas estão em pecado. Sem dúvida, muitos não o querem reconhecer e por isso se opõe ao verdadeiro Cristianismo que está apresentado no Novo Testamento.
5. Portanto, estejamos alertas, já que os denominacionalistas são inimigos do Cristianismo que buscam a maneira de perverter ainda mais o evangelho e agradar aos homens e não a Deus (Galatas 1:6-10).

IV. Como devemos reagir contra os inimigos do cristianismo?

A. Algumas sugestões Bíblicas.
1. Orar por eles para que Deus lhes conceda chegar ao conhecimento da verdade e ao arrependimento (II Timoteo 2:25-26).
2. Procurar restaurar os que são irmãos em Cristo, mas que se converteram em inimigos do Cristianismo (Galatas 6:1-2; Tiago 5:19-20).
3. Estar alertas para que nós outros não nos convertamos em inimigos do Cristianismo como eles (I Corintios 10:12).
4. E, saturar nossos corações com a Palavra de Deus para estarmos preparados para apresentar defeza (I Pedro 3:15; Judas 3).


Conclusão:
1. Irmãos, os inimigos do Cristianismo são muitos, “mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.” (I Corintios 15:57).
2. Que Deus nos ajude a estar sempre firmes, constantes, abundando sempre na obra do Senhor, sabendo que nosso trabalho no Senhor não é vão! (I Corintios 15:58).


Pr. Aldenir Araújo

>

Um chamado para o sucesso na pregação do evangelho

sábado, 24 de abril de 2010 / 3 Comentários

Um chamado para o sucesso na pregação do evangelhoTexto: Romanos 10:12-15


Introdução:
1. Para conquistar a vitória sobre o nosso inimigo infame, o Senhor chama os voluntários.
A. Os recrutas são uma raça rara - eles são pregadores do evangelho.
B. Devem ser absolutamente fiéis ao Senhor - Lucas 6:46.
C. Sua vontade deve ser totalmente entregue ao Seu Senhor - Filipenses 1:21 2:20; Gálatas.
D. Eles devem tornar-se servos do Senhor - Romanos 1:1.
2. Para ser qualquer coisa menos mantê-lo de ser o que você deve ser - ou seja, tudo o que Deus quer que você seja.
3. Gostaria de sugerir algumas coisas em relação a um chamado para o sucesso como pregador do Evangelho.

1. Para ter sucesso, você precisa ter um compromisso inabalável com a ideologia do Senhor

A. O evangelho é o único poder para salvar - Romanos 1:16.
B. Jesus tem as respostas para as necessidades do mundo - João 6:68.
1. A maior das quais é a salvação - João 14:6, Atos 4:12.
C. Mas essa resposta deve ser proclamada - Romanos 10:12-15.

2. Para ter sucesso, você deve estar disposto a assumir os rigores do serviço

A. A pregação nem sempre vai ser fácil.
1. Por uma questão de verdade, vai haver mais vezes que não é, do que é.
2. Mas você deve manter o rumo - 2 Timóteo 4:7.
B. Almas estão dependendo de você fazê-lo - 1 Timóteo 4:16.

3. Para ter sucesso, você deve estar disposto a negar o que for preciso para fazer o trabalho - Lucas 9:23

A. Para fazê-lo, você deve tomar a sua armadura e dedicar sua vida por inteiro. Efésios 6:11-17.
B. Você deve estar disposto a, “lutar a luta”. - 1 Timóteo 6:12.
C. Você não pode se permitir ficar enredado nos assuntos do mundo - 2 Timóteo 2:3-5.

4. Para ter sucesso, você deve se preparar para aceitar uma posição de linha de frente

A. Não há lugar na vida do pregador do Evangelho para um suave, atrás do posto de linha.
1. Essa simplesmente não está disponível.
B. Você deve estar disposto a seguir as palavras de Paulo - 2 Timóteo 4:2.
C. Uma estratergia de invasões deve ser montado - Marcos 15:15-16; Romanos 15:20.
D. A batalha está sendo travada, e nós devemos ir a ela.

5. Para ter sucesso, você deve estar pronto para gastar e ser gasto. 2 Coríntios 12:15

A. A pregação do evangelho que agrada a Deus é uma palavra de oito letras - TRABALHO - 2 Timóteo 4:05.
1. Não há lugar na pregação para um homem preguiçoso!
B. Alguns dificilmente saem da cama.
1. Eu tenho medo quando eles morrerem, não será por excesso de trabalho, mas de tédio e preguiça.

6. Para ter sucesso, você deve estar disposto a morrer no seu posto se for chamado a fazê-lo. 2 Timóteo 4:6, 7

A. Por que acreditamos que hoje estamos acima como exemplo?
B. Os profetas, os apóstolos, os primeiros cristãos, e até mesmo o Senhor estava disposto a morrer pela fé - por que não nós?


Conclusão:
1. A batalha começou.
A. Vamos colocar a cabeça na linha de frente e combater o bom combate.


Pr. Aldenir Araújo

>

A mais longa noite

sexta-feira, 23 de abril de 2010 / 2 Comentários

A mais longa noiteTexto: Marcos: 14:32-42


Introdução: Qual foi a sua noite mais longa?
- Sim, porque existem noites que duram uma eternidade.
Aquelas nas quais temos uma grande expectativa para o dia seguinte (boa ou ruim).
- Quantas horas tem a noite que antecede o dia de você saber o resultado de um exame médico?
- Quantas horas tem a noite que antecede o primeiro dia de suas férias?
- Quantas horas teve a noite que antecedeu o seu casamento?
- ... E assim por diante!
· Jesus, enfrentou uma interminável noite.
“v.32 Jesus e os discípulos foram a um lugar chamado Getsêmani. E Jesus lhes disse: —Sentem-se aqui, enquanto eu vou orar. V.33 Então Jesus foi, levando consigo Pedro, Tiago e João. Aí ele começou a sentir uma grande tristeza e aflição v.34 e disse a eles: A tristeza que estou sentindo é tão grande, que é capaz de me matar. Fiquem aqui vigiando. v.35 Ele foi um pouco mais adiante, ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e pediu a Deus que, se possível, afastasse dele aquela hora de sofrimento. v.36 Ele orava assim: Pai, meu Pai, tu podes fazer todas as coisas! Afasta de mim este cálice de sofrimento. Porém que não seja feito o que eu quero, mas o que tu queres. v.37 Depois voltou e encontrou os três discípulos dormindo. Então disse a Pedro: Simão, você está dormindo? Será que não pode vigiar nem uma hora? v.38 Vigiem e orem para que não sejam tentados. É fácil querer resistir à tentação; o difícil mesmo é conseguir. v. 39 Jesus foi outra vez e orou, dizendo as mesmas palavras. v. 40 Em seguida, voltou ao lugar onde os discípulos estavam e os encontrou de novo dormindo. Eles estavam com muito sono e não conseguiam ficar com os olhos abertos. E não sabiam o que responder a Jesus. v. 41 Quando voltou pela terceira vez, Jesus perguntou: Vocês ainda estão dormindo e descansando? Basta! Chegou a hora, e o Filho do Homem está sendo entregue nas mãos dos maus. v. 42 Levantem-se, e vamos embora. Vejam! Aí vem chegando o homem que está me traindo!” - Marcos 14:32-42


O texto nos relata sobre a noite que antecedeu a prisão de Jesus e deixa evidenciada a sua aflição.
V.33 “ ... ele começou a sentir uma grande tristeza e aflição v.34 e disse: A tristeza que estou sentindo é tão grande, que é capaz de me matar”
Lucas 22:44 “ .... E aconteceu que o seu suor se tornou como gotas de sangue caindo sobre a terra”

I. Sentir angustia em dias de expectativas, é normal.

1. Essas noites são inevitáveis – Elas vão acontecer, conte com isso. Você ou acabou de sair de uma dessas noite, ou está passando por ela, ou está à caminho de uma. Jesus foi bem realista a esse respeito. Em João 16:33, ele afirmou: “No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo”.
2. Essas noites são imprevisíveis - Normalmente nos apanha de surpresa e geralmente vem justamente nas horas mais inesperadas. Alguma vez ficou doente na hora certa?
Os vales chegam de repente. Eles são imprevisíveis. Você já percebeu como um dia bonito, pode se tornar num dia terrível?
“Bem de manhã, embora o céu sereno
Pareça um dia calmo anunciar,
Vigia e ora; o coração pequeno
Um temporal pode abrigar”
Um telefonema, uma carta, um diagnóstico médico, um acidente .....
“Uma desgraça vem atrás da outra ... De repente, as nossas barracas são destruídas, e as suas cortinas são rasgadas em pedaços” - Jeremias 4:20
Quando a gente passa por uma dessas noites – a primeira reação é sempre “Por que eu?”. Por que você acha que você deveria ficar isento, se nem Jesus ficou?
Não coloque uma carga na sua consciência, que Jesus não colocou. Ah! O crente não perde o emprego, não passa por angustia, não fica doente.....
Eliseu, em quem o poder de Deus se manifestou de forma grandiosa, morreu de uma enfermidade física.
II Reis 13:14 “O profeta Eliseu foi atacado por uma doença sem cura...” – LH
“E Eliseu estava doente da sua doença de que morreu”
Que falta de fé!
Paulo se refere a Timóteo como alguém suscetível a frequentes enfermidades.
“Já que muitas vezes você tem ficado doente do estômago” I Timóteo 5:23
A Palavra de Deus nos dá conta de que o patriarca Jacó morreu de uma enfermidade, mas com a mente e o coração cheios de bênçãos (Gênesis 48).
Os cristãos passam por noites escuras assim como qualquer outra pessoa. Ficam decepcionados, ficam doentes, sofrem tragédias, perdem pessoas queridas, tem dificuldades financeiras, tem problemas familiares, passa por noites escuras assim como as demais pessoas. Mas existe uma diferença ... e é uma grande diferença.
A Boa Notícia: Deus está presente mesmo quando passamos por noites de escuridão.
A diferença para o cristão não é a ausência de noites escuras, mas a presença de Deus nessas noites. Deus está conosco.
“como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei” Josué 1:5
“lembrem disto: Eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos” Mateus 28:20
“Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem.” Salmo 23.4
“O SENHOR o assiste no leito da enfermidade; na doença, tu lhe afofas a cama” Salmo 41:3
“Ele tem pena dos fracos e dos necessitados e salva a vida dos que precisam de auxílio” Sal.72:13LH
“O nosso Grande Sacerdote não é como aqueles que não são capazes de compreender as nossas fraquezas. ..” Hebreus 4:15 LH
“... e transformarei o vale da aflição em uma porta de esperança” - Oséias 2:15

II. De onde procedem as noites escuras?

As noites escuras podem vir de três fontes:
1ª - Do diabo – Ele tem prazer em ver as pessoas sofrendo. Ele arma ciladas....
“Estejam alertas e fiquem vigiando porque o inimigo de vocês, o Diabo, anda por aí como um leão que ruge, procurando alguém para devorar” I Pedro 5:8
Há propósito: “O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” - João 10:10
2ª - Do próprio homem – Por não consultarmos a Deus muitas vezes sofremos duras consequências.
“Consulta a Deus, para que saibamos se prosperará o caminho que levamos” Juízes 18:5
Não há propósito: É simplesmente consequência dos nossos atos.
3ª - De Deus – Embora Deus não tenha prazer em nos permitir sofrimento, isso acontece quando Ele tem um propósito em mente. Não importa se é dúvida, depressão, desespero, desânimo ou derrota – Ele tem um bom motivo.
Há propósito: Nosso texto Marcos 14:36 “Ele orava assim: — Pai, meu Pai, tu podes fazer todas as coisas! Afasta de mim este cálice de sofrimento. Porém que não seja feito o que eu quero, mas o que tu queres.
O PAI tinha um objetivo em permitir ao FILHO, passar por aquela CRUZ.
Paulo diz aos gálatas que sua estada entre eles, deveu-se a uma enfermidade física.
“Lembram por que foi que lhes anunciei pela primeira vez o evangelho? Foi porque eu estava doente” Gálatas 4:13

III. Na oração encontramos a força necessária para as noites escuras

Nosso Texto: Marcos 14
“v.32 ... E Jesus lhes disse: Sentem-se aqui, enquanto eu vou orar”
v.35 Ele foi um pouco mais adiante, ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e pediu a Deus que, se possível, afastasse dele aquela hora de sofrimento”
v.38 Vigiem e orem para que não sejam tentados”
“ v. 39 Jesus foi outra vez e orou...”
A oração nem sempre muda a situação, mas nos capacita a enfrentar as longas noites escuras.
“... lembrem disto: eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos” Mateus 28:20
O Apóstolo Paulo, na II carta aos Coríntios, capítulo 12, diz: v. 7 - “foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear...”
v. 8 “Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim”
v. 9 “Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo”
“O SENHOR está perto dos que tem o coração quebrantado e salva os de espírito abatido.” Salmo 34:18

IV. A importância de companhia nas noites escuras

Marcos 14: v.32 Jesus e os discípulos foram a um lugar chamado Getsêmani. E Jesus lhes disse: Sentem-se aqui, enquanto eu vou orar”
“v.33 Então Jesus foi, levando consigo Pedro, Tiago e João....”
“ v.34 e disse a eles: A tristeza que estou sentindo é tão grande, que é capaz de me matar”
“ v.37 voltou e encontrou os três discípulos dormindo. Então disse a Pedro: Simão, você está dormindo? Será que não pode vigiar nem uma hora?”
“ v. 40 Em seguida, voltou ao lugar onde os discípulos estavam e os encontrou de novo dormindo...
“ v. 41 voltou pela terceira vez, Jesus perguntou: Vocês ainda estão dormindo e descansando?”
As pessoas precisam de companhia nas noites escuras.
a) – Deus quer te usar e quer que você vá ao encontro das pessoas que estão passando por noites escuras.
b) – Se você está passando por noites escuras, você precisa de companhia.

 
A c h o o o u u u!


1. JESUS


Rev. Noidy Barbosa de Souza

>

Porque Jesus nos leva para o monte?

/ Nenhum Comentário

montesTexto: Lucas 9:28-36

 

Introdução: Os montes, na história bíblica, são referenciais do poder, da majestade, da provisão, da comunicabilidade, do juízo, da estabilidade, da eternidade, da redenção, da comunhão de Deus (Salmos 24:3-56). Falar de montes como Sinai (Moisés...) e Horebe (Elias...), dentre outros, é falar de um Deus que intervém na história humana permanentemente chamando o homem a Si mesmo.

 

Ele quer nos levar hoje, em Cristo, para o MONTE DA SUA COMUNHÃO. Por quais razões Deus faz isto?

 

I. Porque ele quer partilhar a sua intimidade conosco. v. 28

1. O contexto da intimidade: a transfiguração foi uma experiência de intimidade que incluiu:

a. Tempo exclusivo. v. 28,

b. Pessoas exclusivas. v. 28

c. Motivação exclusiva. v. 28.

2. O desafio da intimidade com Jesus hoje exige:

a. Priorização – tempo específico e apropriado para um encontro diário com Ele;

b. Reclusão – precisamos de um “monte” = “lugar de quietude”;

c. Qualificação – é preciso buscá-LO por causa Dele mesmo e não por causa de nossas necessidades...

 

II. Porque ele quer manifestar a sua glória conosco. v. 29

1. A glória se manifesta na oração. v. 29. A visão da glória só é acessível àqueles que pagam o preço de uma vida vigorosa de oração.

2. A glória se manifesta na face de Jesus. (v. 29; Mateus 17:2; João 1:1, 14; Hebreus 1:1-3). Jesus é a expressão exata da glória divina, conhecê-LO significa conhecer a glória divina.

3. A glória se manifesta nas vestes de Jesus. v. 29 - Marcos 9:3. Tocar nas vestes de Jesus significa tocar no próprio Jesus (Marcos 5:28; Lucas 8:44). Experimentamos esta maravilha hoje através da fé...

4. O desafio da glória hoje: só uma intimidade crescente com Jesus nos leva para a visão de Sua glória

a. Seus doze discípulos tinham algum nível de intimidade com Ele, mas só os três mais íntimos presenciaram Sua transfiguração.

 

III. Porque ele quer nos levar para a sua cruz. v. 30-31

1. A Cruz foi verbalizada por Moisés (representante da Lei) e por Elias (representante/profetas) (v. 30-31). Moisés e Elias falaram com Jesus da Sua “partida” = “êxodo” = assim como Moisés, pelo poder de Deus libertou o povo do Egito, Jesus pela Sua cruz nos liberta da escravidão do pecado. Na lei de Moisés o cordeiro era oferecido para sacrifício pelos pecados; Jesus, no NT, é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Os profetas, igualmente, falaram do Messias salvador – Jesus (Isaias 53:7).

2. A cruz foi cumprida em Jerusalém. v. 31 - Lucas 9:51-53. “Está consumado” (João 19:30)

3. A Cruz que é o único canal da intimidade e da glória de Jesus (Hebreus 10:19-23). O caminho do conhecimento de Jesus é a Sua cruz

4. O desafio da cruz hoje é a santidade: ir à cruz, praticamente, significa morrer para os nossos pecados vivendo uma vida coerente com o Evangelho de Jesus.

“Eu continuei com minha busca de mais santidade e conformidade com Cristo; o céu que eu desejava era o céu de santidade” (Jonathan Edwards).

 

Conclusão: Que reações devemos ter à intimidade, à glória e à cruz do monte?

1. Superação dos obstáculos que nos distanciam do “monte da comunhão” (v. 32 – “sono”).

2. Valorização da experiência de comunhão (v. 33 – “bom é estarmos aqui”).

3. Submissão à vontade de Jesus (v. 35-36 – “este é o meu Filho eleito, a Ele ouvi”)

4. Na nuvem, que simboliza a presença de Deus (Êxodo 40:34-35), Moisés e Elias desaparecem ficando apenas Cristo porque Ele é o pleno cumprimento da Lei e dos profetas (Deuteronômio 18:15, Daniel 10:5-9), a última e definitiva revelação divina que precisa ser conhecida, obedecida e divulgada.

5. Que você se sinta atraído cada vez mais por esta presença santa de Jesus no monte da comunhão, é o meu desejo sincero!

 

Pr. Jair Francisco Macedo – jajamacedo@hotmail.com

>

O que significa nascer de novo

quinta-feira, 22 de abril de 2010 / 2 Comentários

O que significa nascer de novoTexto: João 3:1-3


Introdução:
1. O termo "nascer de novo" é muito usado hoje em dia.
A. Muitas vezes, também de forma indiscriminada.
B. Em muitas áreas, parece apenas direito de ser "nascido de novo".
2. Para ser salvo é preciso nascer de novo - João 3:1-3.
3. Mas o que queremos dizer quando dizemos "nascido de novo"?
A. Alguns estão confusos, como estava Nicodemos - João 3:4.

1. Aquele que é nascido de novo é redimido

A. Efésios 1:7 “Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça”
B. O homem alienado de Deus - Isaías 59:1-2.
1. A penalidade para o pecado é a morte espiritual - Romanos 6:23.
C. Cristo pagou a pena - 1 Pedro 1:18, 19.
D. Nós somos redimidos quando obedecemos ao evangelho - Romanos 1:16.

2. Aquele que é nascido de novo é um herdeiro

A. Romanos 8:17
B. Cristãos "nascidos de novo" estão propícios ao pecado - 1 João 1:8-10.
1. Mas nós continuamos sendo perdoados - 1 João 1:7.
2. Deus não nos rejeita sem esperança.
C. O "nascido de novo" percebe sua relação única com Deus, como filho - Gálatas 4:6-7.

3. Aquele que é nascido de novo é transformado

A. 2 Coríntios 5:17
B. O "nascido de novo" que continua nos caminhos antigos estão enganando a si mesmos, deturpando Cristo aos outros e desagradando a Deus.
1. A pessoa "nascida de novo" abandona o pecado - Romanos 6:11-16.
C. O cristão "nascido de novo" anda em "novidade de vida" - Romanos 6:4.
1. Eles procuram agradar a Deus.

4. Aquele que é nascido de novo é livre

A. João 8:36 “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente, sereis livres”
1. Muitos dos que professam serem "nascidos de novo" mantém-se vinculado por pressões sociais ou opiniões de amigos.
2. Eles tentam se agarrar a Deus com uma mão e o mundo com a outra.
a. No entanto, isso é impossível - Mateus 6:24.
B. Quando fazemos um compromisso total para com Deus, então somos feitos livres da escravidão do pecado - Gálatas 5:1.

5. Aquele que é nascido de novo receberá a coroa da vida

A. Apocalipse 2:10
1. Os cristão "nascidos de novo" são recompensados aqui e agora, com as bênçãos espirituais - Efésios 1:3.
2. Elas são para perdoados, purificados, aceitos e libertos do pecado.
B. Nem todas as recompensas estão na vida presente - Salmo 73:24.


Conclusão: Portanto amados, a condição para a salvação é essa: nascer de novo, e não há outro caminho, porque em nenhum outro há salvação. Atos 4:12


Pr. Aldenir Araújo

>

Juntos e de acordo

quarta-feira, 21 de abril de 2010 / 2 Comentários

Juntos e de acordoTexto: Amós 3:3


Introdução
1. A Bíblia é extremamente simples em alguns conceitos que apresenta.
2. Sem dúvida, em ditos conceitos há uma sabedoria que se obedecida fará muito bem as pessoas.
3. Os casados tem que aprender uma grande verdade: Não se pode viver em família se não estão de acordo.
4. O acordo é a base.

A. Famílias desunidas

1. Geralmente alguns pais pensam que satisfazendo as necessidades básicas, os filho estarão bem.
2. Os lares precisam muito mais que satisfação de necessidades básicas.
3. As famílias desunidas produzem filhos com conflitos e com problemas graves.
4. Os filhos nascidos em lares onde não há acordo acabam se afastando do que seus pais representam.
5. Muitos jovens preferem não chegar as suas casas por causa dos conflitos familiares.
6. Muitos jovens evadem os problemas de seu lar.

B. Famílias unidas

1. Um filho precisa de um ambiente de paz.
2. A melhor recordação que se pode dar aos filhos é um lar onde há harmonia.
3. Os filhos que crescem em um lar onde há segurança emocional são:
a. Mais estáveis emocionalmente.
b. Tomam melhores decisões.
c. Não se deixam levar tanto pelo emocionalismo.
d. São menos volúveis.
e. Tem mais inteligência emocional.
4. Os filhos que crescem em um lar onde há segurança emocional tem menos conflitos escolares.
a. Brigam menos.
b. São menos agressivos.
c. São mais solidários.
d. São mais seguros.
5. Os filhos que crescem em um lar onde há segurança emocional tem melhor rendimento acadêmico.
a. Estão sempre mais tranquilos.
b. Recebem mais apoio.
c. Podem confiar em seus pais.
6. Os filhos que crescem em um lar onde há segurança emocional tem maior compromisso religioso.
a. O lar é o fator chave para a identidade religiosa dos filhos.
b. Quando no lar há harmonia os filhos se identificam com a religião dos pais.

C. Critério Bíblico

1. A Bíblia enfatiza só dois conceitos neste versículo:
a. Andar juntos.
b. De acordo.
2. Evidentemente, não se pode “andar”, sem estar juntos e de acordo.
3. Andar juntos implica:
a. Respeito
b. Considerações
c. Aceitar as diferenças.
d. Não intentar anular as diferenças.
e. Entender que homem e mulher são filhos de Deus.
4. Não se anda junto quando:
a. Marido e mulher não se respeitam.
b. Quando um não trata o outro com dignidade.
c. Quando ambos querem ter a razão sempre.

D. Unidade matrimonial

1. Deus desenhou o matrimonio.
a. Não o fez para que marido e mulher vivam em uma constante disputa.
b. Mas para que vivam juntos.
c. Para que andem juntos.
2. O critério para “andar juntos”, é fazer acordos.
a. Um acordo é um pacto entre duas partes.
b. Dois que são iguais, que traçam um critério de conduta para sua relação.
c. Não pode haver acordo quando um se considera superior ao outro.
d. Não pode haver unidade se marido e mulher não se consideram ambos iguais em dignidade.
3. O acordo envolve:
a. Respeito ao outro.
b. Consideração de seus pontos de vista.
c. Compromisso com um pacto de amor.
d. Fidelidade aos votos matrimoniais.
e. Estabelecimento de um ambiente de paz.

E. Implicações

1. No se pode andar juntos e de acordo, com alguém que não tem a mesma fé.
a. Muitas pessoas são ingenuamente otimistas com relação as suas diferenças religiosas.
b. Os filhos destas famílias tem problemas.
c. O principio bíblico é claro: “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis...” (2 Coríntios 6:14).
· A união entre um cristão e um não cristão é reprovada por Deus.
· Ele conhece as consequências de ditas uniões.
· É uma advertência de quem nos desenhou.
2. Implica ainda, viver em harmonia.
a. O principio bíblico ensina: “Toda amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmias, e toda malicia seja tirada de entre vós” (Efésios 4:31).
· Deus quer que tenhamos um ambiente de paz.
· Isso só se consegue andando juntos e de acordo.
· O respeito mutuo é a base para o acordo.

F. Famílias que vivem o ideal de Deus

1. As famílias que vivem o ideal de Deus são plenas.
a. Conseguem construir relações sólidas.
b. Dividem as dificuldades e saem adiante com relação aos problemas.
2. Se nos atrevermos a viver o que o Senhor espera, então poderemos sair adiante.
a. Mas isto não podemos fazer sozinhos.
b. É preciso que firmemos um pacto prévio com Deus.
3. Jesus disse: “Sem mim, nada podeis fazer” (João 15:5).
a. Isso implica que não poderemos andar juntos e de acordo, sem a presença de Deus.

 
Conclusão
• Só a presença de Deus garante a paz e a harmonia.
• Só a paz e a harmonia produz filhos fortes que podem viver em harmonia e paz.
• Sem acordos dirigidos por Deus não há esperança para os casais nem para seus filhos.
• É preciso “andar juntos e em harmonia”, para refletir o caráter de Deus no lar.

>

Amar o cônjuge, significa investir tempo para estarem juntos

/ Nenhum Comentário

Amar o cônjuge, significa investir tempo para estarem juntos

Propósito do sermão: Mostrar a extrema importância de dedicar tempo um ao outro na convivência do lar, entre os cônjuges e com os filhos.

 

Texto: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: …tempo de amar, e tempo de aborrecer; tempo de guerra, e tempo de paz.” Eclesiastes 3:1,8

 

Introdução: Um grande furacão varreu o estado de Kansas. Um casal teve o telhado da casa arrancado. O forte vento levantou a cama onde eles estavam dormindo, arrastando-os suavemente até o jardim. A esposa começou a soluçar estando deitada. O marido no afã de consolar a sua esposa lhe disse: Não chores! Não fiques triste! Vamos encontrar uma maneira de consertar tudo isto! Sua esposa lhe respondeu: “Mas eu não estou chorando porque estou triste. Estou chorando porque estou contente. Esta é a primeira vez em vinte anos que saímos juntos ao jardim para falar de nós.” – Eles não tinham tempo para eles mesmos, estavam órfãos.

I. Porque muitos casais dedicam cada vez menos tempo para estarem juntos depois de casados?

1. Porque eles pensam que pelo fato de conviverem juntos, dormir juntos e comer juntos, já é suficiente.

2. A longa distância do trabalho, tanto dele como dela. Somando a isto os problemas que vão distanciando-os um do outro, e o excesso de trabalho. Voltam cansados para o lar, só para descansar.

3. A falta de diálogo para planejar juntos a administração do tempo.

4. Existe a tendência de seguir cada um em seus próprios caminhos.

5. O único tempo que passam juntos é quando estão cansados e irritados.

6. O trabalho extra, horas vendo televisão, fazendo as compras, os encontros a noite, ocupam o tempo que se deveria dedicar um ao outro.

a. Um casamento feliz não pode existir com restos de tempo.

b. Um bom casamento não pode se desenvolver, quando o único tempo que se dedicam é o resto do final do dia quando estão exaustos.

c. A comunicação expressiva que é essencial no casamento geralmente é deixada para os momentos apressados ou tarde.

II. Quais as consequências de não dedicar tempo para estarem juntos?

1. Geralmente começam a alimentar suspeitas, dúvidas e desconfianças um do outro.

2. Cada um se transforma em uma ilha.

3. Ignoram as necessidades reais do lar.

4. A qualquer momento pode vir a infidelidade conjugal.

5. Nascem as incompreensões e os desentendimentos conjugais.

6. Os filhos crescem em anarquia, sem limites nem controle.

7. A TV, e outros ocupam o tempo dele e de seus filhos.

8. Não há mais conselhos nem disciplina no lar.

9. Nenhum dos dois tem tempo para fazer o culto familiar.

III. Cuidado com os ladrões do seu tempo

1. A televisão é um ladrão de olhos grandes. Ela toma preciosas horas de sua intimidada conjugal, e de seus filhos. Longos filmes ao pé do televisor roubam seu tempo e suas energias.

2. Compromisso com o trabalho e com as pessoas. Você já ouviu isto? “Meu esposo tem tempo para seu trabalho e para as outras pessoas, mas não sobra nada para mim. Por isso estou rompendo meu casamento.” “Meu marido reduz o tempo dedicado para mim...”

3. Encontros nos clubes e reuniões noturnas. Estas são as mais perigosas, porque vem um descontrole das regras do lar.

4. Eventos esportivos e reuniões com almoço, podem também roubar o tempo de nossa família.

IV. É necessário parar e fazer um pacto de tempo entre os dois

Quando separamos tempo para abrir nosso coração para o outro, para ler a mente um do outro e desfrutar da presença do outro, então o amor cresce e o compromisso se fortalece.

Todo casamento precisa de tempo reservado e regular para conversar sobre preocupações específicas, principalmente aquelas que lhes estão afetando, como a falta de tempo. Você tem que dar alguns passos para programar o tempo para estar juntos, sozinhos, e tomar decisões, lembrando estas considerações:

A. Escrevam ambos separado o que pensa com respeito a falta de tempo dos dois. Apresente suas ideias e preocupações sobre este tema.

B. Depois façam suas afirmações pessoais. Que sejam a mais completa possível.

C. Despois cada um leia o que escreveu. Conversem sobre seus sentimentos, entendimentos, discordância e ajustes que encontrem necessário fazer.

D. Façam juntos um pacto de tempo. Analisem quais são os melhores dias e horas apropriadas para estarem juntos.

E. Quando estiverem satisfeitos podem tomar suas decisões. Façam um esforço mútuo para cumprir esses horários.

V. Façam uma agenda do seu tempo.

Seus três compromissos principais de tempo são estes:

A. Meu tempo para Deus. Quando colocamos Deus em primeiro lugar, nosso relacionamento é sempre abençoado. Faça sua devocional pessoal e seu culto familiar.

B. Nosso tempo conjugal e para os filhos. Como se faz um projeto financeiro, podemos fazer um projeto do nosso tempo e dessa maneira administra-lo sabiamente.

Suponhamos que temos para investir 168 horas por semana

Como usaremos essas horas? Exemplo:

1. Tempo para Deus........................................15 horas

2. Tempo para o cônjuge e os filhos.........…...........14 horas

3. Tempo para meu trabalho….................……....... 40 horas

4. Tempo para dormir….................................... 56 horas

5. Tempo para administrar outras coisas:.......….......43 horas

                                                                             _________

                                                                             168 horas

C. Meu tempo para o trabalho. Este tempo é importante, porque cumprimos o que Deus disse: “seis dias trabalharás e farás toda tua obra” (Êxodo 20:9). Geralmente a carga horária de trabalho semanal por pessoa está entre 40 e 50 horas.

 

Conclusão

1. Nada é mais apropriado para suavizar o amor conjugal que a comunicação.

2. O nível de satisfação conjugal está relacionado com a quantidade de tempo que um casal dedica cada dia para conversar.

3. Os casais devem reservar periodicamente um tempo especial para estarem juntos para:

a. Conversar sobre o que está sucedendo entre eles

b. Ouvir as profundas inquietudes que cada um tem.

4. O segredo é encontrar pequenas porções de tempo diárias, em vez de esperar algum feriado ou passar um dia inteiro; juntos.

5. Exemplo: Planeje um almoço juntos de vez em quando, ou saiam para passear no parque; sozinhos.

Pratiquem a fórmula que faz milagres nos casamentos: “ETEP”

E = Estimule o seu cônjuge a fazer alguma coisa que lhe ajude em seu crescimento.

T = Toquem-se e abracem-se cada dia.

E = Elogiem-se. Aprove com palavras de elogio alguma ação do seu cônjuge.

P = Passem tempo juntos todos os dias.

 

Filhos de todas as idades se sentem apegados ao pai ou a mãe que lhes dedicam tempo.

 

Você pode fazer por escrito um pacto de tempo com seu cônjuge, que inclua sair juntos e sozinhos uma vez por semana, passar algum tempo diariamente falando dos seus sentimentos e depois orar juntos.

>

Uma igreja melhor começa comigo

terça-feira, 20 de abril de 2010 / Nenhum Comentário

Uma igreja melhor começa comigo Texto: I Coríntios 12:20-26


Introdução:
1. Alguém já disse: "Se você quer um bom governo, seja um bom cidadão".
2. Se queremos uma igreja melhor, o lugar para começar é com nós mesmos.
a. Jesus morreu para a igreja, para torná-la o melhor possível.
b. Esta noite nós queremos olhar para algumas coisas que vão servir para fazer a igreja o melhor que puder ser.

I. Se você quer que a igreja seja melhor perceba que você é importante

A. Você deve perceber que você é importante, não importa o que você pode fazer - I Coríntios 12:20-26.
B. O Senhor está dependendo de você para fazer a sua parte - Efesisos 4:15, 16.
1. Cada um de nós tem uma parte nos trabalhos da igreja, assim como cada membro do corpo tem uma função em relação ao corpo - 1 Coríntios. 12:14-24.
C. O Senhor precisa de você para ajudar a igreja crescer e funcionar.

II. Se você quer que a igreja seja melhor você deve fazer algo por ela

A. Você pode ser amável, perdoando, e pronto para ajudar um ao outro - Efésios 4:31, 32; Gálatas 6:1, 2.
1. Como cristãos, precisamos aprender a não só perguntar o que posso fazer para ajudar, mas quando posso fazê-lo?
B. Você pode ajudar a igreja a edificar em vez de criticar o que ele está tentando fazer - I Coríntios 10:10.
1. Eu não sei porque é desta maneira, mas parece que não importa o que esta sendo feito, alguns têm sempre do que reclamar.
2. Parece que a atitude é muitas vezes esta, se os irmãos não estão reclamando, eles não estão felizes.
a. E isso conduz a uma vida miseravel.
C. Uma das melhores maneiras que você pode ajudar a igreja é guardar sua vida diária contra fazer ou dizer qualquer coisa que possa envergonhar ou trazer opróbrio sobre ela.

III. Se você quer que a igreja seja melhor você deve convidar outras pessoas para compartilhar suas bençãos

A. A vida cristã é a vida melhor e mais gratificante que alguém pode viver.
1. Não devemos apenas acreditar que isso seja verdade, devemos também viver como acreditamos.
B. O cristão é abençoado materialmente e espiritualmente - II Coríntios. 9:6; Efésios 1:3.
1. Não há limites para as bênçãos de Deus, que Ele derrama sobre o filho fiel, exceto para os limites auto-impostos que estabelecemos - Lucas 6:38; Gálatas 6:7, 8.
C. Quando você traz um amigo para os cultos, você está ajudando o amigo a entender que Deus tem proporcionado muitas bênçãos para os que estão em Cristo.
D. Uma igreja que cresce é uma igreja que se preocupa e realmente ama os perdidos - Marcos 10:21, Atos 2:47.


Conclusão:
1. Uma igreja melhor começa com você e o momento de começar é agora.

Pr. Aldenir Araújo

>

Crucificado com Cristo

/ Nenhum Comentário

crucificação Texto: Gálatas 2:20

"Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, que me amou e se entregou a si mesmo por mim".

Introdução:

1. Gálatas 2:20.

I. Crucificação - "Já estou crucificado com Cristo; e vivo não mais eu..."

A. Nossa crucificação, assim como toda a morte, envolve uma separação.

1. Do pecado. Romanos 6:2 - "De modo nenhum! Nós que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?"

2. Das crenças do passado e ambições. Colossenses 3:1-3 - "Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas que são de cima e não nas que são da terra. Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus".

B. Nossa crucificação envolve um sepultamento.

1. Sepultados no batismo. Romanos 6:4 - "Portanto, fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida".

2. Crucificação simboliza o fim de uma vida.

II. Caracterização - "...e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim..."

A. Cristo torna-se nosso propósito de vida.

1. Quando nós somos sepultados no batismo, nos levantamos para caminhar em novidade de vida. Romanos 6:4 - "Portanto, fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida".

2. Temos que deixar nossa luz brilhar para que outros possam ver nossas boas obras e glorifiquem a nosso Pai que está nos céus. Mateus 5:14-16 - "Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz para todos os que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus"

B. Cristo se torna o nosso padrão de vida.

1. Nós, como Cristo, devemos cuidar dos negocios de nosso Pai. Lucas 2:49 - "E disse-lhes: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?"

2. Nós, como Cristo, devemos sempre fazer as coisas que agradam nosso Pai. João 8:29 - "E aquele que me enviou está comigo; o Pai não me tem deixado só, porque faço sempre aquilo que lhe agrada."

III. Causação - "...e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, que me amou , e se entregou a si mesmo por mim".

A. Nós vivemos na carne.

1. Nossos corpos físicos são descritos como "nossa casa terrestre deste tabernáculo." II Coríntios 5:1 - "Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus."

2. As palavras de Paulo: "Eu agora vivo", lembram-nos o contraste entre a vida que agora vivemos e a nossa vida antes de se tornar um cristão. Elas também servem para nos lembrar da brevidade da vida. Tiago 4:13-15 - "Eia, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã iremos a tal cidade, e lá passaremos um ano, e contrataremos, e ganharemos. Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece. Em lugar do que devíeis dizer: Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo"

B. Nós vivemos pela fé.

1. Paulo escreveu em outro lugar que nós andamos por fé e não por vista (uma referência à nossa fé pessoal - II Coríntios 5:7). Mas aqui Paulo fala de viver por "fé", isto é, o sistema da fé. II Timóteo 4:7 - "Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé"

2. Para viver pela fé é viver com Cristo dirigindo nossa vida.

Conclusão:

1. Como cristãos:

a. Somos crucificados com Cristo.

b. Cristo vive em nós.

c. Nossas vidas são feitas novas por causa do amor de Deus por nós.

Pr. Aldenir Araújo

>

Resistindo a tentação

segunda-feira, 19 de abril de 2010 / Nenhum Comentário

Resistindo a tentação Texto: Gênesis 39:1-20

 

Introdução:

1. Tiago 4:7-8 - "Sujeitai-vos, portanto, a Deus. Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os vossos corações”.

2. O que está envolvido em resistir o diabo?

3. Observe Gênesis 39:1-20.

4. A conduta de José é demonstrativa das características necessárias para resistir a tentação.

I. Digno de confiança dos demais.

A. José percebeu que Potifar tinha colocado a sua confiança nele.

1. Gênesis 39:8 - "Porém ele recusou e disse a mulher do seu senhor: Eis que meu senhor não sabe do que há em casa comigo e entregou em minha mão tudo o que tem."

B. Precisamos ser merecedor da confiança que os outros depositaram em nós.

1. Antes de ceder à tentação, devemos considerar o efeito que o pecado tem sobre os outros (os nossos cônjuges, filhos, outros membros da família, amigos, etc.)

II. Negou-se a apropriar do que não era dele.

A. José lembrou-se que havia algumas coisas que não lhe pertenciam

1. Gênesis 39:9 - "Ninguém há maior do que eu nesta casa, e nenhuma coisa me vedou, se não ati, porquanto tu és sua mulher; como, pois, faria eu este tamanho mal e pecaria contra Deus?"

B. Para ter outra o companheiro de outra pessoa é tomar o que pertence a outra pessoa.

1. Marcos 6:18 - "Pois João dizia a Herodes: Não te é lícito possuir a mulher teu irmão."

III. Dedicado a Deus.

A. José lembrou-se que todo pecado é contra Deus.

1. Gênesis 39:9 - " "Ninguém há maior do que eu nesta casa, e nenhuma coisa me vedou, se não ati, porquanto tu és sua mulher; como, pois, faria eu este tamanho mal e pecaria contra Deus?"

B. José lembrou-se que a imoralidade é - pecado!

1. Isaías 5:20 - "Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal! Que fazem das trevas luz, e da luz, trevas, e fazem do amargo doce, e do doce, amargo!"

IV. Determinado a vencer a tentação.

A. José disse NÃO; e o que significava!

1. Genesis 39:10 - "E aconteceu que, falando ela cada dia a José, e não lhe dando ele ouvidos para deitar-se com ela e estar com ela"

B. José não quis "flertar" com o pecado.

1. Genesis 39:10 - "E aconteceu que, falando ela cada dia a José, e não lhe dando ele ouvidos para deitar-se com ela e estar com ela"

 

Conclusão:

1. É possível vencer o pecado, mas devemos preparar nossos corações para fazer isso.

a. Merecedores de confiança dos outros.

b. Negar-se a apropriar do que não é nosso.

c. Dedicado a Deus.

d. Determinado a vencer a tentação.

 

Pr. Aldenir Araújo

>

Antes e depois do casamento

/ 5 Comentários

Antes e depois do casamentoTema: Casamento

 

Propósito do sermão: Mostrar que Deus está disposto a atuar diretamente em uma pessoa que lhe dá o primeiro lugar em sua vida antes e despois do casamento, para que o cônjuge seja uma ajuda, para a outra metade.

 

Texto: Gênesis 2:18

 

Introdução: Observemos como reagem as pessoas quando se lembram do seu casamento.

Um grupo de produtores cinematográficos fizeram uma lista dos seis sons mais dramáticos, exibidos nos filmes, para ver como reagiriam os casais.

1. O primeiro choro de um bebé

2. O som de uma sirene

3. O estrondo das aguas entre as rochas

4. O bramido de um incêndio florestal

5. O gotejar suave da água

6. A Marcha Nupcial

O grupo que escutou estes seis tipos de sons, o que lhes causou mais reações emocionais e agitação que todos os demais sons. Foi o som da Marcha Nupcial, os fez recordar alegria extrema, tristezas, ódio, rancor, aflições, decepções, solidão, traição, separação e divorcio.

 

Quando duas pessoas se apresentam diante do altar para “serem uma só carne” através do matrimonio, elas entram em uma das mais emocionantes associações no âmbito da experiência humana.

 

Duas personalidades completamente diferentes se juntam para uma vida em comum, pensando que seu cônjuge seja sua ajuda e sua outra metade, ou seu maravilhoso complemento.

I. Antes do casamento existem dois fatores importantes a considerar:

A. Primeiro: as semelhanças no aspecto sociológico

Quanto mais os noivos se assemelham no aspecto sociológico, maiores possibilidades têm de ajudar-se mutuamente para assegurar um bom começo do casamento.

1. Uma formação religiosa semelhante é muito importante.

O índice de divórcios é mais de cinco vezes maior nos casamentos mistos. Exemplo:

a. Depois que se casam, os crentes deixam de frequentar a igreja e de observar suas práticas religiosas individuais.

b. Quando nascem os filhos, estas diferenças parecem agravar-se. O abismo que os separa é muito grande.

c. Quando os filhos crescem, se dividem. Um segue o pai e o outro a mãe. Então o abismo é maior.

d. É melhor seguir o conselho bíblico de II Coríntios 6:4

2. Quando existem semelhanças nas perspectivas econômicas

“O amor resolve tudo”, não é tão certo, porque a metade dos que se casam tem um acordo razoavelmente equilibrado e uma compreensão comum quanto aos assuntos econômicos de como obter, gastar, economizar e usar o dinheiro. O outro 50% está em contínuos desacordos e chegam à conclusão que: quanto maior é a diferença neste assunto, mais difícil é o ajuste. Uma grande porcentagem de casamentos em vias de divorciar-se, estão com grandes dívidas econômicas.

3. Quando eles têm uma formação cultural semelhante.

a. Promove o diálogo animado e edificante

b. Aumenta a autoestima e a realização de ambos

c. Dão soluções sensatas aos problemas da vida

d. Como resultado os parentes estão mais satisfeitos

4. Quando existem semelhanças de interesses e de ideais.

a. Quando seus gostos e interesses são comuns, tem mais sentido de intimidade. Desfrutam da companhia um do outro. De maneira natural sentem prazer em participar das alegrias de seu companheiro. Tem sensação de bênçãos e auto realização.

b. A diferença de idade entre 7, 10,15,20,30 anos torna mais difícil a convivência. Salvo honrosas exceções. Estas diferenças se manifestam em:

  • Pensamentos e critérios diferentes
  • Gostos, sonhos e prazeres diferentes.
  • Forma de atuar diferentes.

B. Segundo: as diferenças no aspecto biológico.

1. Polos opostos se atraem.

Neste aspecto não funcionam as semelhanças nem a compatibilidade. Geralmente as pessoas se casam com seus opostos.

De forma natural somos atraídos por pessoas que são fortes nos pontos em que nós somos fracos. Inconscientemente, procuramos o complemento com alguém que personifica o que não possuímos. Estamos em busca de complementação. Deus nos fez assim para que nossos pares nos possam complementar. Para que seja nossa outra metade.

Exemplo:

a. Um extrovertido se casa com uma introvertida

b. Uma impulsiva se casa com uma pessoa calma

c. Uma pessoa faladora se casa com uma tranquila

d. Um homem racional se casa com uma mulher sentimental

II. Depois do casamento as diferenças podem separar ou unir os cônjuges.

As características que se complementam (polos opostos se atraem) vão estimular o casal, para iniciar o romance e chegar a um compromisso matrimonial. Pensando assim é que encontramos a outra metade. Por isso, mais tarde no casamento as diferenças separam ou aproximam.

A. As diferenças podem separar ou aproximar

As três etapas do matrimonio:

  • Romantismo
  • As descobertas
  • Superação ou Separação.

Daremos atenção agora às descobertas.

Nos dois primeiros anos de casamento se produzem as descobertas. Às vezes nos surpreendemos que as diferenças que se vão descobrindo pouco a pouco, em vez de atrair-nos ao outro, agora nos perturbam e tendem a separar-nos. Por quê?

1. Podemos usar as diferenças como um meio para nos unir mais e não para separar-nos.

2. É possível aceitar o nosso cônjuge como ele (a) é, com todas as suas qualidades (boas é ruins), para iniciar o delicado trabalho de eliminar as diferenças que os separam.

3. Se aprendermos a despertar nossos valores e virtudes com o poder de Jesus, para superar nossas próprias fraquezas, então poderia haver mais aproximação.

4. Cada um precisa do outro para encher o vazio de suas fraquezas em vez de dedicar tempo as brigas rotineiras.

Exemplo: Imagine um homem retraído, pensativo, acostumado a escolher cuidadosamente as palavras, que se casa com uma mulher de língua rápida e vibrante até a ponta dos dedos. Quando alguém lhe faz alguma pergunta, o esposo não tem possibilidade de responder. Enquanto se detém a pensar, sua esposa dispara uma resposta com muita vivacidade.

 

Se isto se repete, o marido começa a sentir-se incomodado, sua autoestima baixa, e começam as brigas. O melhor seria para a mulher ficar calada e esperar que seu marido possa atuar do seu jeito.

 

Conclusão: Os componentes da desarmonia estão presentes em todo casamento.

São semelhantes a um vírus que infeta tudo. Só é necessário alimentar nossas diferenças adotando atitudes equivocadas para que ela apareça.

  • A primeira atitude equivocada.

Tentar mudar o cônjuge para que seja como “eu sou”. Mas a resposta que você terá será de resistência rotunda a qualquer mudança.

“Qualquer tentativa de mudar o cônjuge, em um esforço de ajustar o casamento a um padrão de nossa fantasia, é arrogância da nossa parte e um insulto a nosso cônjuge. Isto separa, provoca rancor e causa uma solidão ainda maior.”

  • A segunda atitude errada.

Acusar e apresentar continuas queixas ao cônjuge. Recorde que isso somente promove uma mudança forçada e acaba criando ressentimento, hostilidade e separação.

  • A atitude certa

Para diminuir as diferenças e realizar grandes mudanças, ambos os cônjuges devem sentir que são aceitáveis tais como são, e que apesar das diferenças se amam profundamente.

 

Sem dúvida o amor humano é imperfeito, egoísta e instável. Que bom seria se hoje tomássemos a decisão de encher-nos de Cristo cada dia como casados para que nosso amor imperfeito seja aperfeiçoado por ele, e assim podermos tirar as diferenças que nos separam um do outro, e unir-nos em Jesus cada dia.

 

Assim o casamento terá melhores condições, para praticar a empatia, a humildade, o perdão e o desejo de melhorar com a ajuda de Deus. Ler Filipenses 4:13

 

Pr. Aldenir Araújo

>

As duas multidões, em qual você está?

sexta-feira, 16 de abril de 2010 / 8 Comentários
multidãoTexto: Lucas 7:11-17

Introdução:
1. Depois de realizar um grande milagre na cidade de Cafarnaum, curando e libertando o servo de um centurião romano – pelo poder de sua Palavra, prossegue seu ministério de poder e vida, indo para em direção da cidade de Naim.
2. Naim – era uma cidade (certo pregador referiu-se a Naim, como o falecido esposo daquela mulher... viúva do seu Naim, dizia o pregador)
3. Naim – esta é a única vez que esta cidade é mencionada na Bíblia
4. Acredita-se que ficava situada ao sul da cidade de Nazaré, na Galiléia, próximo ao pequeno Hermom – da cidade de Naim se tem a vista da planície de Jizreel.
5. A mensagem que desejo vos pregar – parte da interessante cena: Duas multidões: Uma sai da cidade acompanhando um funeral – Outra está entrando na cidade seguindo a Jesus – Lucas 7:11,12
6. Estas duas multidões representam dois estados espirituais em que vive o mundo. Estas duas multidões retratam o quadro atual dos dois grupos que divide-se a população do planeta Terra. Estas duas multidões identifica duas formas de viver: Com Deus e sem Deus. Estas duas multidões falam de dois grupos: o grupo dos desesperados e tristes e o grupo dos felizes e esperançosos. Estas duas multidões nos revelam dois destinos: Céu e inferno... Vida eterna com Jesus e separação eterna de Deus. Estas duas multidões ensinam sobre duas maneiras de vida: Uma com Jesus... outra sem Jesus...
7. Duas Multidões – Em qual delas você está...

1. Uma multidão seguia a morte e a outra multidão seguia a vida

A. O perfil da multidão que seguia a morte:
1. A multidão que seguia a morte fazia coro de tristeza e lamento com a mãe chorosa... estavam todos de luto...somente lágrimas, pranto e dor...
2. Cortejo fúnebre – é ambiente triste e melancólico. Ninguém sorri, ninguém jubila... Somente lágrimas pela perda... A morte assim faz.
3. Aquela mãe aflita chorava copiosamente... Parentes e vizinhos tentavam consola-la... Mas, não havia recurso... Estamos indo para o cemitério e lá deixarei meu filho único...
B. Como é grande a multidão que segue a morte: Provérbios 16:25 “Há caminho que parece direito ao homem, mas, o seu fim é caminho de morte”.
1. Caminho de morte é o caminho da incredulidade – João 3:16-18 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nEle crê, não pereça, mas tenha a Vida Eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado, mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do Unigênito Filho de Deus”.
2. Caminho de morte é o caminho do pecado – Romanos 6:23 - Eu decido o caminho que devo andar... Veja por quais caminhos andou o filho pródigo – Lucas 15...... Mas, um dia mudou de caminho...
3. Caminho de morte é o caminho do desespero – Efésios 2:12 “Naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel e estranhos ao concertos da promessa, não tendo esperança e sem Deus no mundo”
C. A multidão que seguia a morte ia triste – Mas, a multidão que seguia a Jesus, seguia a vida.
1. Provérbios 8:35 “Porque o que me achar, achará a Vida e alcançará o favor do Senhor”.
2. João 1:4 “Nele estava a Vida, e a Vida era a Luz dos homens”.
3. João 6:47,48 “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna. Eu sou o Pão da Vida”.
4. João 14:6 “Eu sou o caminho, a Verdade e a Vida”
5. João 10:10 “O ladrão não vem senão a roubar, matar e a destruir. Eu vim para que tenham vida e a tenham com abundancia”.
6. - Saia hoje depressa, da multidão que segue a morte – Venha fazer parte da multidão que segue a Vida – porque segue Jesus.
D. Imaginem a cena – O rapaz é ressuscitado por Jesus. Já imaginou o coveiro impaciente... - E este defunto que não chega nunca... Abri cedo a sepultura para enterrá-lo... e o féretro não chega....

2. Uma multidão seguia um sonho que seria sepultado, a outra multidão seguia o Senhor que realiza os sonhos.

A. Lucas 7:12 “E, quando chegou perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva...”
B. Um dia aquela mulher sonhou em casar-se – Se casou. Sonhou tantas coisas com seu esposo... Mas um dia, aquele sonho morre (fica viúva)
C. Mas, eles tiveram um filho (único filho) – E, agora aquela viúva concentra todas as suas esperanças naquele sonho (meu filho) – certamente o rapaz era o arrimo da família. (mas, de repente – aquele sonho também morre).
D. Ilustrar: (Estou a caminho do cemitério – sepultar os meus sonhos)
E. Ilustração: (Uma vez fui tomado por profunda reflexão – estando certa vez em um cemitério – Olhava os mausoléus e jazigos... – Disse: Meu Deus, quantos sonhos e projetos não realizados que aqui estão sepultados... Quantos tesouros aqui guardados para sempre que o mundo nunca conheceu...)
F. Você sabe o que significa a palavra EPITÁFIO... - Dicionário Aurélio: Inscrição tumular - O último cartão de visita de todos nós – o cartão tumular.
1. Que jamais no nosso esteja escrito: Sepulto aqui comigo todos os meus sonhos.
2. Sabe qual é o epitáfio do apóstolo Paulo... – Combati o bom combate, acabei a carreira e guardei a Fé...
G. Pessoas podem sepultar sonhos
1. Ela não ia sepultar o sonho sozinha – Tinha uma multidão com ela para sepultar o sonho.
2. José era um sonhador, um visionário... Mas, os irmãos cheios de ódio e inveja planejaram: Vamos sepultar os sonhos dele...
H. Não seja um coveiro espiritual... sepultador de sonhos...
1. O filho chega para o pai e conta seu sonho de profissão... O pai com desdém lhe responde: Você não presta pra nada...
2. - Ilustração (No discurso da vitória do presidente Eleito Obama – quem viu a reportagem do Reverendo Jessie Jackson chorando...). Ele chorou, lembrando-se do sonho de M. Luther King – I HAVE A DREAM... Eu tenho um sonho!
I. Na viagem desta vida – Faça como fez Jacó – que levou Quatro coisas na sua bagagem: (Gênesis 28:10-17)
1. Jacó levou a capacidade de lidar com pedras – Discernimento e paciência
2. Jacó levou azeite consigo na viagem – a unção do Espírito
3. Jacó levou o coração de um adorador – fez um altar
4. Jacó levou a capacidade de sonhar – sonhou com uma escada
J. Enquanto a multidão triste e frustrada ia para o cemitério sepultar o grande, único e último sonho daquela viúva pobre – A outra multidão alegre e festiva seguia o Deus que realiza sonhos. Sabem por que...
K. Fazia parte daquela multidão – gente que sonhou em enxergar e agora estão vendo. Gente que não andava, eram coxos e paralíticos... e agora estão andando e pulando. Gente que sonhou em um dia ser feliz – e agora cantam a felicidade em Cristo... Aleluia!
L. O mais lindo desta história – É o encontro das Duas Multidões – v.13-17
M. O Senhor que ressuscita sonhos fez o milagre por etapas:
1. Ele consola - Não chores – Lucas 7:13
2. Ele nos toca com poder – Lucas 7:14
3. Ele para os que estão indo sepultar nossos sonhos – Lucas 7:14 (obs..)
4. Ele ressuscita os sonhos – Lucas 7:14
N. Com razão canta a irmã Ludmila Ferber:
Se tentaram matar os teus sonhos
Sufocando o teu coração
Se lançaram você numa cova
E ferido perdeu a visão
Não desista não pare de crer
Os sonhos de Deus jamais vão morrer
Não desista não pare de lutar
Não pare de adorar
Levanta os teus olhos e vê
Deus está restaurando os teus sonhos
E a sua visão!

3. Uma multidão saía da cidade, a outra multidão entrava na cidade.

A. A multidão que sai da Cidade (ou melhor, dizendo – que não entrará na cidade): I Coríntios 6:10 “Não erreis, nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus”. (Almeida Revista e Corrigida) Apocalipse 21:8 “Mas, quanto aos covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual, os que praticam feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos – o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre. Esta é a segunda morte”. (N.V.I) Apocalipse 22:15 “Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e aos homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira”. (Almeida Revista e Corrigida)
B. O Encontro com Jesus – fez a viúva e toda aquela multidão dar meia volta – e mudar o curso da viagem... Voltaram para a cidade
C. Conversão é meia volta – Lucas 15:17 - E tornando em si (grego: metanoia)
D. Ilustração: (A conversão de meu pai – sua escravidão no pecado – um dia Deus lhe dá um sonho sobre o Céu, pouco tempo antes de sua morte...)
E. É melhor voltar e fazer parte da multidão salva pelo Sangue de Cristo que entra na Cidade – Apocalipse 5:8,9 - Apocalipse 22:14

Pastor Marcos Antônio