3
Como realizar batismo nas águas
Os sacramentos:
O cristianismo neotestamentário não é uma religião de ritos, e sim um relacionamento íntimo entre o ser humano e Deus, ou seja, o contato direto que o Criador mantém com sua criatura, através do Espírito Santo. Portanto, não estabelece um sistema rígido de culto, mas proporciona-lhe um espaço amplo, que é a Igreja, dentro da qual ele possa render culto a Deus.

Há, porém, duas cerimônias que são essenciais, já que foram devidamente ordenadas: o batismo e a Santa Ceia. Em virtude de seu caráter sagrado, estas cerimônias são descritas às vezes como sacramentos, ou seja, coisas sagradas. Também são chamadas ordenanças, porque são cerimônias ordenadas pelo Senhor Jesus Cristo.

A palavra "batizar", empregada na forma do batismo, significa literalmente "submergir". Esta interpretação está confirmada por estudiosos do idioma grego e historiadores eclesiásticos. O batismo por imersão está de acordo com o significado simbólico do batismo, ou seja, morte, sepultamento e ressurreição (Romanos 6:1-14).

Preparação dos candidatos
Só devem ser batizadas as pessoas que tiverem reconhecido seu pecado, tiverem se arrependido e aceitado Jesus Cristo como seu Salvador pessoal. O ministro ensinará a estas pessoas as doutrinas cristãs, acompanhando o texto bíblico com um manual de doutrinas cristãs. Quando estiver convencido da conversão genuína destes candidatos, ele lhes instruirá sobre a necessidade do batismo em água. Aos que desejarem dar este importante passo, convém interrogá-los quanto às suas convicções cristãs, para evitar batizar os que não deram ainda provas de verdadeira conversão.

Antes da cerimônia, o ministro se reunirá com os candidatos aprovados a fim de prepará-los física e espiritualmente para o batismo, e assegurar deste modo a solenidade da cerimônia. Quanto ao físico, poderá mostrar aos candidatos como cruzar as mãos sobre o peito no momento antes da imersão na água. Quanto ao espiritual, poderá pedir-lhes que assumam o seguinte compromisso que ele lhes lera:
"Mediante o sofrimento expiatório do Senhor Jesus Cris­to, temos estabelecido um relacionamento com Deus, relaci­onamento que se chama novo pacto, segundo o qual recebe­mos o perdão dos pecados e a vida eterna.

"Esta cerimônia de batismo nos lembra nossas obrigações para com Deus e para com os demais. Portanto, aproveitare­mos a oportunidade para nos consagrar de novo e renovar nossas promessas. Nós nos comprometemos a trabalhar pelo progresso da igreja no conhecimento e santidade, para pro­mover sua espiritualidade e para nos mantermos firmes em seu culto, disciplina e doutrina.
"Como administradores do que Deus nos confiou, nós nos comprometemos a contribuir com alegria e regularmente para o sustento do ministério, para os gastos da igreja, para o auxí­lio dos pobres e a expansão do evangelho por todo o mundo.

"Quanto ao nosso lar, nós nos comprometemos a manter o culto doméstico e a oração em casa, a criar os nossos filhos no temor do Senhor, e a buscar a salvação dos nossos entes queridos e de nossos conhecidos.
"Em virtude de nosso chamado como crentes, e pelo amor as pessoas não-convertidas por quem Jesus Cristo também morreu, nós nos comprometemos a andar com prudência e discrição diante do mundo, evitando a pecaminosidade e o que é reprovável. Nós nos comprometemos a ser justos em nosso relacionamento com os demais, fiéis em nossos com­promissos, e exemplares em nossa conduta. Nós nos com­prometemos a evitar as murmurações, as fofocas e a ira, e a ser fervorosos em nossos esforços por expandir o reino de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

"Em virtude de termos um só Senhor que nos une como irmãos em uma só fé, nós nos comprometemos a velar uns pelos outros em amor fraternal, a orar uns pelos outros, a nos ajudarmos em tempos de enfermidades e dificuldades, a ser­mos corteses em nossa maneira de falar, a não ofendermos por nada, e a estarmos sempre dispostos a procurar recon­ciliação segundo os ensinamentos de nosso Senhor.

O ministro perguntará aos candidatos: "Vocês assumem este compromisso?"
Os candidatos em uníssono responderão: "Sim, nós o assumimos, e pela graça de Deus o cumpriremos."

Instruções para o ministro
É costume celebrar um breve culto devocional antes da cerimônia do batismo. Se o culto for realizado em um lugar público onde estarão reunidas pessoas não-convertidas, é ideal explicar o plano da salvação e o significado maravilhoso do batismo em água. Tanto perante crentes como não-crentes, é proveitoso estabelecer a base bíblica do batismo, mediante a leitura de uma das passagens que aparecem no final deste capítulo.
Se o batismo é realizado em batistério, o ministro descerá primeiro e ajudará os candidatos a descerem, para evitar que escorreguem ou tropecem. Se o batismo é realizado em um rio, o ministro deverá batizar contra a corrente, de modo que a força da corrente o ajude a levantar da água a pessoa batizada. Em qualquer caso, procurará estar de frente para o público, a fim de que todos possam ver o ato do batismo.
O ministro orará pelos candidatos e, à medida que tiver dado a cada um a oportunidade de testificar de sua fé no Senhor Jesus Cristo e de sua firme e fiel determinação de perseverar até o fim, os irá batizando um por um, empregando uma das seguintes fórmulas:
"Irmão (ã) __________________ (nome do candidato), devido ao fato de você já ter crido no nosso Senhor Jesus Cristo, e o aceitado como seu Salvador pessoal, eu o (a) bati­zo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém."
"Em obediência à grande comissão, e segundo sua profis­são de fé no Senhor Jesus Cristo, eu batizo __________________ (nome do candidato) em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém."
"Diante de sua confissão de fé em Jesus Cristo, o Filho de Deus e o seu Salvador, eu o (a) batizo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém."
Com uma mão o ministro segurará as mãos cruzadas do candidato, e com a outra o apoiará debaixo da nuca a fim de levantá-lo com segurança da água. Em seguida o submergirá e o levantará, evitando qualquer atitude que quebre a solenidade ou provoque risos.
Depois que todos tiverem sido batizados, o ministro orará por eles e despedirá a igreja, a não ser que o batismo esteja sendo celebrado durante uma das partes preliminares do culto.

Passagens bíblicas
1. Mateus 3:1-17.
2. Marcos 1:1-11.
3. Mateus 28:18-20.
4. Marcos 16:14-16.
5. Atos 2:38-42.
6. Romanos 6:3-4.
7. Gálatas 3:27.
8. Colossenses 2:12.
9. Veja também Atos 8:26-39, 10:44-48 e 16:25-34.
"Irmãos, vocês já fizeram profissão pública de sua fé em Cristo, foram batizados no nome do Pai, e do Filho e do Espí­rito Santo, e foram recomendados pelo corpo oficial da igreja para serem admitidos como membros. Vocês prometem ago­ra viver uma vida santa como fiéis seguidores de Cristo, e contribuir para a paz, a prosperidade e a unidade da igreja?"

Os candidatos em uníssono responderão: "Sim, prometemos."
O ministro dirá: "Visto que vocês já fizeram profissão de sua fé no Senhor Jesus Cristo, nós os recebemos como membros desta igreja, com os privilégios e deveres próprios de nossa família espiritual."

O ministro dará as boas-vindas a cada um dos novos membros, apertando-lhes a mão direita, e concluirá com a seguinte bênção pastoral:
"Que Deus o Pai, Deus o Filho e Deus o Espírito Santo os abençoe e os guarde agora e para sempre. Amém."
"Ora, o Deus da paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dentre os mortos a nosso Senhor Jesus, o grande pastor das ovelhas, vos aperfeiçoe em toda boa obra, para fazerdes a sua vontade, operando em vós o que perante ele é agradável por meio de Jesus Cristo, ao qual seja a glória para todo o sempre. Amém." (Hebreus 13:20-21).

Postar um comentário Blogger

  1. o senhor esqueceu de 5 sacramentos deixados por cristo, pastor, são esses: matrimônio Jesus diz em marcos, 10,7 POR ISSO DEIXARÁ O HOMEM, SEU PAI E SUA MÃE E UNIR-SE-Á A SUA MULHER, no versículo 11 diz mas: QUALQUER QUE DEIXAR A SUA MULHER E CASAR COM OUTRA ADULTERA CONTRA ELA. então o matrimonio é sacramento.
    confissão, jesus diz em João 20,21-23 A PAZ ESTEJA CONVOSCO, ASSIM COMO O PAI ME ENVIOU EU TAMBÉM EU VOS ENVIO A VÓS, E HAVENDO DITO ISTO SOPROU-LHES SOBRE ELES E DISSE-LHES RECEBEI-VOS O ESPIRITO SANTO AQUELES A QUEM PERDOA-LHES OS PECADOS LHES PERDOADOS AQUELES A QUEM RETIVERDES LHES SERÃO RETIDOS jesus deu o poder de perdoar os pecados, do povo em nome dele aos apóstolos, essa pratica sempre teve na bíblia em mateus 3,5 diz:toda a judeia e jerusalém confessava os seu pecados a joão tal pratica que é seguida, pela igreja de jesus nos tempos apostólicos e até hoje, ler atos 19,18 então a confissão é um sacramento. o crisma, em atos 8,16-17 diz PORQUE SOBRE NENHUM DELES TINHAM AINDA DESCIDO O E.SANTO MAS SOMENTE ERAM BATIZADOS EM NOME DO SENHOR ENTÃO LHES IMPUSERAM AS MÃOS E RECEBERAM O E.SANTO, crisma é uma palavra grega que significa unção, ler Isaías, 11,2 pois crisma é um sacramento porque jesus diz que TUDO QUE A IGREJA DELE LIGAR NA TERRA SERÁ LIGADO NO CÉU. o sacramento da ordem é só ler II Timóteo 1,6-9, e faça um estudo de joão 15,16, esse sacramentos estão narrados na bíblia ou por ordem de jesus ou por ordem da sua igreja, porque ele disse TUDO QUE LIGARES NA TERRA SERÁ LIGADO CO CÉU. unção dos enfermos é só ler Tiago 5,14,marcos 6, 13 como você ver a unção dos enfermos também estar sacramentada na bíblia. são esses sacramentos que você esqueceu pastor.

    ResponderExcluir
  2. Bom o tema aqui é batismo, pois dentro deste quesito o estudo descrito foi bem elaborado, parabéns.

    ResponderExcluir

 
Top