2

Temos que tirar as sandáliasTexto: Êxodo 3:5

 

Introdução: Deus faz a Moisés um chamado sobrenatural, através do fogo, Moisés vê a glória de Deus na sarça porque a sarça ardia no fogo, mas não era consumida pelo fogo e quando Moisés toma a atitude de chegar mais perto, ele ouve a voz de Deus lhe dizendo tira as sandálias.

 

Neste momento Moisés estava apascentando as ovelhas de Jetro, não estava orando, ou jejuando, sua aparência era como a de um “egípcio” (mundano), sem duvida, Deus estava lhe fazendo um chamado para a santidade. Deus o chama pelo nome por duas vezes (isto indica que quando Deus está determinado a fazer algo) com o propósito de transformá-lo em libertador do povo de Israel da escravidão do Egito.

 

Deus tem chamado cada um de nós para o fogo de sua santidade, e vemos que Deus não faz acepção de pessoas porque Deus não se fixa na aparência, mas no coração.

 

O chamado para a santidade começa nos pés que tipificam o andar. Deus lhe disse que deveria despojar do seu velho andar. Disse-lhe que deveria tirar as sandálias porque estava em terra santa. A palavra “santa” no original significa um lugar ou coisa sagrada, Consagrado, dedicado, santidade, santo, santuário.

 

O primeiro que Deus lhe pede para uma vida de santidade são as sandálias, porque elas representam nosso andar. Vamos examinar quais sandálias temos que tirar:

1. Sandálias egípcias – mentalidade egípcia. Êxodo 3:4

O primeiro que Deus lhe pede são as sandálias. Moisés era um homem que iria ser um libertador de famílias, e de todo um povo, mas antes de Deus enviá-lo a libertar outros; Deus liberta primeiro quem vai ser enviado. O liberto liberta. O restaurado restaura. Então o que Deus vai fazer para que alcancemos a santidade é ministrar aos nossos pés.

 

As sandálias era o calçado, o veículo que usavam naquele tempo para caminhar, e as sandálias que Moisés usava eram sandálias egípcias. O veículo que Moisés usava para caminhar diante de Deus era do Egito. Não podemos entrar na atmosfera da santidade com andar mundano tem que tirar as sandálias.

 

Moisés defendeu Zípora e a suas seis irmãs de uns pastores, deu de beber as ovelhas, e quando elas voltaram para casa disseram ao seu pai que um varão egípcio as havia defendido. Moisés não era egípcio, era um hebreu, mas por sua vestimenta, por seu comportamento, por seu caminhar elas o viram como um egípcio, ou seja, como um mundano. Muitos cristãos se parecem com mundanos, à aparência e o comportamento.

 

O que parecemos? Cristãos ou egípcios?

 

Quando analisamos o caminhar egípcio, vemos varias atitudes a considerar e evitar:

1. No Egito havia um decreto para matar os meninos. Isto representa que no mundo há um decreto para matar os meninos. Para tirar dos meninos a vida espiritual e a inocência.

2. As mulheres e homens egípcios colocavam seus olhos em pessoas casadas. Como a serva egípcia Agar. Nenhuma mulher ou homem, com caminhar egípcio, podem entrar na santidade de Deus.

3. Queriam que as hebreias no Egito grávidas perdessem ou matassem os meninos. Uma mentalidade que aprova o aborto.

 

As primeiras sandálias que necessitamos tirar são as egípcias para ingressar na atmosfera desconhecida da santidade. Nossas sandálias, nosso desprendimento do mundo. Nós como seres humanos temos por natureza um temor ao desconhecido, ao futuro, mas o amor de Deus nos dá a fortaleza e a confiança para vencer o medo e ingressar na santidade de Deus. A santidade e o sobrenatural de Deus dão temor.

 

Por exemplo, O rei Belsazar fez um grande banquete, e mandou que trouxessem os vasos de ouro e de prata que Nabucodonosor seu pai havia trazido do templo de Jerusalém, para que bebessem neles o rei e seus grandes, suas mulheres e suas concubinas. E adoraram aos deuses de ouro e de prata, de bronze, de ferro, de madeira e de pedra. Então apareceram os dedos de uma mão de homem, que escrevia defronte do castiçal na estucada parede do palácio real, e o rei viu a mão que escrevia. Então o rei ficou pálido, e seus pensamentos se turbaram, e se debilitaram seus lombos, e seus joelhos batiam um contra o outro.

 

Temos que mudar a cultura, a ideologia mundana para poder ingressar na atmosfera de Deus.

2. Sandálias do deserto- mentalidade de conformismo. Josué 5:13

O povo de Deus, depois de ser libertado do Egito, havia ingressado a Canaã, a terra prometida, mas estavam em tempo de conquista. Eles haviam recorrido o deserto para entrar em Canaã e agora as sandálias que Deus diz a Josué que tire, são as sandálias que ele utilizou no deserto.

 

O que Deus estava dizendo a Josué é que deixasse o caminhar, o costume de estar vivendo no deserto. O deserto representa as provas, os problemas, etc. Estas são as sandálias do conformismo. Estavam conformados em receber a ração diária do maná, e ter uma roupa que crescia no corpo e não se envelhecia, em ter uma nuvem durante o dia e uma coluna de fogo durante a noite. Acomodaram-se a receber da parte de Deus, o sustento diário, se acostumaram a receber de Deus, o consolo, a ajuda, e não procuravam sair do deserto, porque ali havia de tudo e melhor ainda, grátis.

 

Não se limite a estar sempre no deserto, porque este é um lugar temporal que conduz a terra da abundância onde flui leite e mel. Passe o deserto e continue até Canaã, a terra de conquista. Há muitas metas para alcançar, não seja acomodado, levante-se e tome posse da benção. Tem coisas que Deus faz e tem cosias que nos temos que fazer. Deus não tirará as sandálias dos nossos pés, nos temos que fazê-lo.

 

Tire as sandálias do deserto, porque não se conquista com elas. Dizem os psicólogos que se alguém faz algo durante 21 dias, se transformará em um hábito. Não viva no deserto, mas em Canaã.

 

Deus disse a Josué que tirasse as sandálias do deserto para conquistar, e quando ele tirou se converteu no mais destacado conquistador de Israel. Quando tiramos as sandálias entramos em outra dimensão. Sejamos uma geração que abençoada, da que se escuta e que se escreva. Não se conforme. Alcance níveis em Deus que nunca tenhas alcançado.

 

Uma vez que se tenha tirado as sandálias do Egito e do deserto, terás pés de conquista. Há uma mentalidade de conquista que devemos desenvolver: Pés de conquista. Deuteronômio 11:24

 

Os pés são o caminhar sobre a terra. Deus nos disse em sua palavra que ele nos dá todo lugar que pisar a planta do nosso pé, avancemos e conquistemos pouco a pouco, sem cessar conquistaremos a terra que ele nos deu. Eliminemos o caminhar de conformismo, em cada área das nossas vidas.

 

Não se conforme com o que você conquistou até agora. Não se conforme em ser um empregado e nada mais, procure ser o melhor empregado. Não se conforme em ser o melhor empregado, trabalhe para ser o chefe. Não se conforme em ser o chefe, mas busque ter sua própria empresa. Etc. não se conforme com um matrimonio desabrido, não se conforme estar sentado sempre em um banco da igreja, não se conforme com somente cantar no coro da igreja, não se conforme, não se conforme, etc.

 

Que a sua ideologia não seja de, “eu já fiz o que pude”, mas que alcance mais cada dia e não se conforme. O conformismo mata o desenvolvimento e a felicidade.

3. Sandálias velhas. Josué 9:13

Muitas vezes andamos com sandálias gastas. Elas se gastam por um caminho longo ou tortuoso, pelo continuo uso ou por estarem velhas. Isto nos fala, na parte espiritual de um estancamento no desenvolvimento pessoal e no caminhar cristão. A bíblia nos exorta a renovar continuamente como a águia.

 

Renovemos nosso caminhar. Não tenhamos a mentalidade do velho homem, de como fazíamos as coisas antes. Em Deus todas as coisas são novas. Deus nos fez novas criaturas, então agora despojemos de tudo velho do mundo, do caminhar velho, do cansaço e o fastio por um longo, difícil e infrutífero caminhar e tiremos estas sandálias, para que tenhamos pés de conquista. Conquiste pela fé todo lugar que pisar a planta de seus pés.

 

Conclusão: Para ingressar no nível de santidade que Deus nos chama, devemos nos despojar das sandálias:
1. Sandálias do Egito: Mentalidade egípcia
2. Sandálias do deserto: mentalidade de conformismo
3. Sandálias velhas: mentalidade do velho homem

 

Pr. Aldenir Araújo

Postar um comentário Blogger

  1. meu nome é Dione grace, Sou de Manaus AM, SOU DA iGREJA ALIANÇA,e ate que em fim encontrei alguem que pensa como eu sobre moises tirar as sanadlias!
    Valeu por deixar Deus usar vCs!
    meu email é dionegrace@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Louvado seja Deus, pela sua Vida Pastor, que acada dia Deus use de misericórdia e continue lhe usando para propagar seu evangelho.

    ResponderExcluir

 
Top